• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Nadal tem jogo interrompido por chuva e vê chance de bater recorde de Borg acabar

  • COMPARTILHE
Esportes

Nadal tem jogo interrompido por chuva e vê chance de bater recorde de Borg acabar

Antes de buscar a virada no placar nesta quinta, porém, o atual líder do ranking mundial viu a possibilidade de quebrar um recorde histórico de Bjorn Borg terminar.


Rafael Nadal teve o jogo que travava com o argentino Diego Schwartzman nesta quarta-feira interrompido pela chuva e a conclusão do confronto, válido pelas quartas de final de Roland Garros, acabou sendo adiada para esta quinta. Antes do adiamento, o espanhol foi surpreendido ao ser derrotado por 6/4 no primeiro set, sendo que o duelo parou quando ele vencia a segunda parcial por 5/3.

Antes de buscar a virada no placar nesta quinta, porém, o atual líder do ranking mundial viu a possibilidade de quebrar um recorde histórico de Bjorn Borg terminar. Dez vezes campeão do Grand Slam francês, Nadal vinha de uma sequência incrível de 37 sets seguidos sem ser superado em Paris e já mirava de perto a marca de 41 parciais consecutivas que o ex-tenista sueco ganhou na importante competição.

Dono de 16 títulos de Grand Slam, Borg também fez história em Roland Garros com seis troféus, obtidos em 1974, 1975, 1978, 1979, 1980 e 1981. Vinte e quatro anos após esta última conquista, Nadal deu início a um reinado neste Grand Slam, com suas dez taças entre 2005 e 2017 - só não foi campeão em 2009, 2015 e 2016.

Ao ser derrotado no primeiro set do duelo iniciado nesta quinta, Nadal voltou a ser superado em uma parcial de um jogo válido por Roland Garros após três anos, quando foi eliminado nas quartas de final pelo sérvio Novak Djokovic. Na edição de 2016, ele não chegou a sofrer nenhuma derrota e não perdeu sets, mas desistiu da competição por motivo de lesão após avançar à terceira rodada.

Caso venha a ser derrotado pelo atual 12º colocado da ATP no jogo que será concluído nesta quinta-feira, Nadal também vai perder a liderança do ranking mundial, pois defende os 2.000 pontos somados pelo título do ano passado e está apenas 100 à frente do suíço Roger Federer, o vice-líder.

No duelo desta quarta, o argentino quebrou o saque de Nadal no terceiro game do primeiro set, mas depois, atuando de forma muito agressiva, foi superado pelo espanhol com o serviço na mão. Inspirado, o tenista sul-americano deu alé lob no favorito e obteve uma nova quebra no sétimo game para fazer 4/3.

A instabilidade dos sacadores continuava e Nadal devolveu a quebra em seguida, antes de o argentino voltar a ganhar um game no serviço do espanhol e fazer 5/4. Depois disso, ele chegou a desperdiçar dois set points e o jogo foi paralisado por cerca de cinco minutos porque um torcedor passou mal na arquibancada. Em seguida, o argentino fechou em 6/4 na retomada da partida.

Antes de começar o segundo set, Nadal recebeu atendimento médico em quadra. Teve o seu punho direito enfaixado. Contra o rival "baleado", Schwartzman obteve nova quebra e fez 2/1, mas o espanhol a devolveu na sequência. E a série de quebras continuou no quinto game, com o argentino abrindo 3/2.

Depois disso, a chuva provocou uma nova paralisação da partida, que foi retomada pouco depois e teve Nadal convertendo um break point para empatar em 3/3. E, depois de confirmar o seu serviço, o espanhol obteve nova quebra e abriu 5/3.

Porém, a chuva voltou a aparecer e o confronto precisou ser interrompido novamente. E, depois de um período de espera, a organização optou por continuar o confronto apenas nesta quinta, tendo em vista também a falta de luz natural para conclusão do duelo.

Quem ganhar esta partida vai enfrentar nas semifinais o vencedor do jogo entre o argentino Juan Martín del Potro e o croata Marin Cilic, que também precisou ser paralisado nesta quarta-feira quando estava empatado em 6/6, com 5/5 no tie-break. O duelo também será concluído nesta quinta.