• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Valentim minimiza vaias, mas admite que Botafogo 'precisa melhorar muito'

  • COMPARTILHE
Esportes

Valentim minimiza vaias, mas admite que Botafogo 'precisa melhorar muito'

O técnico Alberto Valentim minimizou as vaias recebidas da torcida do Botafogo, na noite desta quarta-feira, no Engenhão, mas não deixou de reconhecer que o time carioca "precisa melhorar muito" se quiser se aproximar dos líderes do Brasileirão. O Botafogo empatou sem gols com o Ceará, pela 10ª rodada.

"Hoje erramos muito tecnicamente, nos passes. Não conseguimos furar essa fase defensiva do Ceará. Precisamos melhorar muito, trabalhar e recuperar os jogadores para a partida com a Bahia", comentou o treinador, já projetando a rodada do fim de semana.

O resultado aquém do esperado deixou a torcida frustrada. No segundo tempo, Valentim ouviu vaias das arquibancadas do Engenhão. "Sabemos que o torcedor que vem ao estádio tem direito a se manifestar como deve, o torcedor imaginava o Botafogo em vantagem e vencendo", ponderou.

Apesar do tropeço em casa, o treinador valorizou o esforço dos seus jogadores, principalmente nos minutos finais, quando o Botafogo esteve com 10 em campo por causa da saída de Yago, machucado.

"Ficamos com um a menos, mas procuramos mesmo assim situações de gols, mas infelizmente não aconteceu. Precisamos recuperar fora de casa os pontos que perdermos. Temos que melhorar sempre, falaria isso se vencesse também", afirmou.

O técnico também exaltou a marca alcançada por Jefferson. O goleiro se tornou o terceiro jogador com mais partidas pela equipe na história. "Ele é a cara do Botafogo, é um líder. Hoje conversei com o Rodrigo e passamos a faixa para eles para homenageá-lo também. A gente queria dar essa vitória para ele também, porque é uma marca importantíssima num clube tão grande. É uma pena que a gente não conseguiu dar a vitória ao torcedor."

LESÕES - Valentim deixou o gramado do Engenhão com duas preocupações no elenco. Num mesmo jogo, ele perdeu dois zagueiros da equipe. O titular Joel Carli deixou a partida na metade do segundo tempo após sofrer forte pancada no abdome. Horas depois da partida, o clube informou que exames não constataram lesões, apenas uma "contusão abdominal". "O atleta foi medicado, liberado para casa e será reavaliado nesta quinta-feira", informou o Botafogo.

Carli foi substituído por Yago, que gerou ainda mais preocupação ao sofrer um forte choque na cabeça. Ele saiu tonto do jogo, nos minutos finais, e foi encaminhado ao hospital para exames. Segundo o clube, exames de praxe também não detectaram lesões. "O jogador ficará em observação por 72 horas, procedimento padrão em caso de concussão."