Esportes

Rodrygo critica falta de capricho da Seleção Brasileira contra os EUA

O atacante Rodrygo apontou a falta de capricho da Seleção Brasileira como o fator principal para o empate por 1 a 1 com os EUA

Redação Folha Vitória
Foto: Rafael Ribeiro/CBF

O atacante Rodrygo apontou a "falta de capricho" da Seleção Brasileira nas finalizações no amistoso, desta quarta-feira (12), em Orlando, diante do Estados Unidos, como o fator principal para o empate por 1 a 1.

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe da nossa comunidade de Esportes no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

"Jogo difícil, a gente quer sempre ganhar, mas por ser preparação, tem que tentar não perder. O time deles nos colocou em dificuldade, mas criamos bastante também, faltou capricho. É seguir assim, treinar forte para chegar bem na Copa América", disse o autor do gol brasileiro.

Outro ponto negativo destacado pelo atacante do Real Madrid foi a falta de concentração da equipe no último teste antes da Copa América.

"Manter concentração até o final. Contra o México, desconcentramos e tomamos dois gols, hoje também desconcentrou um pouquinho. É estar concentrado até o final. Temos qualidade, vamos criar sempre chances e temos de converter."

Rodrygo, que somou o sexto gol em 23 partidas com a camisa da Seleção, fez uma análise geral da preparação do time de Dorival Júnior para a disputa da Copa América.

"É sempre difícil achar o equilíbrio porque a gente está no começo de trabalho. A gente fez os dois amistosos na Data Fifa passada muito bem, então, isso deu um pouco mais de tranquilidade para a gente trabalhar agora. A gente está se entrosando, o time está se encaixando, mas acho que a gente está bem, está indo num caminho bom, estamos criando bastante chances. Agora é chegar na Copa América, essa chance que a gente está criando, converter em gols e melhorar defensivamente também, porque vai ajudar muito", afirmou o atacante.

LEIA TAMBÉM: Alisson falha, Brasil joga mal e só empata com os Estados Unidos antes da Copa América

Pontos moeda