• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Atlético-PR derrota o Fluminense e volta a vencer no Brasileirão

  • COMPARTILHE
Esportes

Atlético-PR derrota o Fluminense e volta a vencer no Brasileirão

Esta foi a quinta vitória consecutiva na competição nacional dentro da Arena da Baixada, a sétima no total, contando os triunfos da Copa Sul-Americana

Depois de sofrer três derrotas seguidas fora de casa, o Atlético Paranaense se reabilitou no Campeonato Brasileiro ao vencer o Fluminense por 3 a 1, na tarde deste domingo, na Arena da Baixada, em Curitiba, pela 25.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com 30 pontos, o time paranaense ocupa a 11ª posição, e abriu certa distância da zona de rebaixamento. O time carioca, que estava invicto há três jogos, segue com 31 pontos e vem pouco à frente, na nona posição. Como o Corinthians ainda joga na rodada, o Fluminense pode ser ultrapassado e cair para o décimo lugar.

Mais uma vez, o Atlético-PR mostrou força no gramado sintético de sua casa. Esta foi a quinta vitória consecutiva na competição nacional dentro da Arena da Baixada, a sétima no total, contando os triunfos da Copa Sul-Americana. A equipe paranaense volta a triunfar após a sua péssima performance fora de casa. Vinha de três derrotas, sofridas contra Palmeiras (2 a 0), Atlético-MG (3 a 1) e Chapecoense (2 a 1).

O JOGO 

O Atlético-PR começou em velocidade, explorando as laterais de campo para tentar chegar ao gol adversário. Nestes momentos de pressão sofreu dois contra-ataques, que serviram para redobrar a atenção na marcação.

O primeiro gol saiu aos 17 minutos. Lucho González fez o levantamento para a área, onde Nikão tentou ajeitar no peito, porém, escorregou. Na tentativa de aliviar, o zagueiro Gum deu um toque fraco e a bola sobrou na marca do pênalti para Raphael Veiga, que bateu forte e de primeira, sem chances de defesa.

O segundo gol quase veio aos 24 minutos, quando Veiga lançou Pablo pelo lado direito da área, mas ele acabou abafado pelo goleiro Júlio César. Aos 29 minutos, o goleiro Santos deu um susto à torcida, ao tentar sair jogando com os pés e perdendo a bola para Kayke. A sobra ficou para Luciano, que bateu de primeira para a recuperação do goleiro, que fez a defesa.

O Fluminense mantinha o jogo equilibrado e teve outra chance aos 44 minutos. Dodi cobrou falta com efeito, a bola quicou na pequena área e explodiu no corpo de Santos. Mas a torcida ficou mesmo aliviada aos 46 minutos, quando saiu o segundo gol em jogada ensaiada, depois de falta na frente da área e o passe saiu para Jonathan no lado direito. Ele desceu ao fundo e cruzou na linha da pequena área, onde tinham três atleticanos. Pablo foi quem completou para as redes.

O segundo tempo começou com o Atlético em cima para liquidar logo a fatura. Teve a chance logo aos dois minutos, quando Nikão saiu em disparada e dividiu com Júlio césar. A sobra ficou com Raphael Veiga, que se livrou do goleiro e tocou por cobertura. A bola, caprichosamente, tocou em cima do travessão e saiu.

O Fluminense, porém, continuava bem organizado. Marcos Júnior entrou no intervalo no lugar de Dodi e deu aumentou a produção ofensiva. Em seguida Sornoza, poupado no primeiro tempo, também substituiu Kayke. Aos 14 minutos, o time do técnico Marcelo Oliveira diminuiu o placar. Após escanteio curto, Everaldo ergueu na grande área e Luciano até se abaixou para desviar de cabeça.

Após o gol, a equipe carioca viveu seu melhor momento e tentou buscar o empate. Mas, aos 25 minutos, levou o terceiro e sucumbiu na partida. Raphael Veiga cobrou escanteio em curva e o zagueiro Léo Pereira subiu muito alto para testar no ângulo direito de Júlio César, fazendo 3 a 1.

O técnico Marcelo Oliveira ainda arriscou no Fluminense, tirando o volante Jadson para a entrada do atacante Júnior Dutra. Nesta altura, no entanto, o Atlético-PR já tinha se fechado para evitar alguma surpresa. Garantiu a marcação sem abrir mão do contra-ataque.

O Atlético-PR, agora, se volta de novo para a Copa Sul-Americana. Na próxima quarta-feira vai enfrentar o Caracas, na Venezuela, pelo jogo de ida das oitavas de final. No próximo domingo, às 16 horas, volta a atuar pelo Brasileiro, de novo em casa, quando vai receber o lanterna Paraná, no clássico paranaense.

O Fluminense também terá uma rotina parecida nesta semana. Na quarta-feira, joga fora diante do Deportivo Cuenca, no Equador, pelas oitavas da Copa Sul-Americana. Depois, volta ao Brasileiro na próxima segunda-feira, dia 24, para enfrentar a Chapecoense, na Arena Condá, em Chapecó.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-PR 3 X 1 FLUMINENSE

ATLÉTICO-PR - Santos; Jonathan, Paulo André, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington (Bruno Guimarães), Lucho González e Raphael Veiga (Guilherme); Marcinho (Marcelo Cirino), Pablo e Nikão. Técnico: Tiago Nunes.

FLUMINENSE - Júlio César; Léo, Gum, Digão e Marlon; Richard, Jadson (Júnior Dutra), Dodi (Marcos Júnior) e Luciano; Everaldo e Kayke (Sornoza). Técnico: Marcelo Oliveira.

GOLS - Raphael Veiga, aos 17, e Pablo, aos 46 minutos do primeiro tempo. Luciano, aos 14, e Léo Pereira, aos 25 do segundo.