• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cilic bate 'freguês' Querrey de virada e avança pela 1ª vez à final de Wimbledon

  • COMPARTILHE
Esportes

Cilic bate 'freguês' Querrey de virada e avança pela 1ª vez à final de Wimbledon

O atual sexto colocado do ranking mundial avançou pela primeira vez em sua carreira à decisão do mais importante torneio de tênis em quadras de grama

Campeão do US Open de 2014, o croata Marin Cilic voltou a se garantir em uma final de torneio de Grand Slam ao vencer o norte-americano Sam Querrey por 3 sets a 1, de virada, com parciais de 6/7 (6/8), 6/4, 7/6 (7/3) e 7/5, nesta sexta-feira, em Londres, na primeira semifinal da chave masculina de simples em Wimbledon.

Assim, o atual sexto colocado do ranking mundial avançou pela primeira vez em sua carreira à decisão do mais importante torneio de tênis realizado em quadras de grama e agora espera pela definição do seu rival na luta pelo título. Também em partida programada para ser encerrada nesta sexta, o heptacampeão Roger Federer defende favoritismo contra o checo Tomas Berdych na outra semifinal.

Ao se garantir na final, Cilic também aumentou a "freguesia" de Querrey em partidas entre os dois. Essa foi a quinta vitória em cinco jogos contra o tenista dos Estados Unidos, que anteriormente já havia sido superado por duas vezes pelo adversário justamente em Wimbledon, em 2009 e 2012, ano em que ainda caiu diante do croata no Torneio de Queen's, também em piso de grama na capital inglesa. Depois disso, o norte-americano voltaria a ser batido pelo rival no Torneio de Washington de 2015, em quadra dura.

Para conquistar esta expressiva e inédita passagem à decisão em Wimbledon, Cilic precisou ir buscar uma virada em um jogo que demorou 2h56min e no qual levou a melhor sobre o surpreendente algoz do britânico Andy Murray, líder do ranking mundial e atual campeão do Grand Slam londrino, nas quartas de final.

DUELO DE SACADORES - Sétimo cabeça de chave em Wimbledon, Cilic travou um duelo de grandes sacadores com Querrey, o atual 28º colocado da ATP. E já no primeiro set eles fizeram valer o grande peso que este fundamento tem em uma quadra de grama ao confirmarem todos os seus serviços sem oferecerem nenhuma chance de quebra. Desta forma, a disputa da parcial inicial foi ao tie-break, no qual o norte-americano chegou a estar perdendo por 4/1, mas depois buscou a virada e fechou em 8/6 para abrir vantagem.

O croata, porém, não se deixou abalar pelo revés no primeiro set e conseguiu começar a pressionar o saque de Querrey no segundo. Ele converteu um de quatro break points cedidos pelo norte-americano na parcial e voltou a confirmar todos os serviços para aplicar o 6/4 que empatou a partida.

Na terceira parcial, Cilic teve o seu serviço quebrado pela primeira vez no jogo e viu Querrey ter a chance de abrir vantagem, mas o norte-americano voltou a ser superado por uma vez com o saque na mão e os dois tenistas acabaram forçando a disputa de um novo tie-break. E agora o croata não vacilou como no outro set decidido no desempate ao conquistar o 7/3 que o deixou mais perto da vitória.

No quarta parcial, Querrey chegou a dar a impressão de que poderia levar a partida para um possível quinto set ao conseguir novamente uma quebra de saque primeiro. Mas Cilic se manteve confiante e converteu dois de cinco break points, sendo o último deles no 12º game, para fechar a partida em 7/5 no seu segundo match point.

Após desperdiçar o primeiro match point com um erro não forçado em que acertou a rede, no ponto seguinte ele liquidou o confronto com um belo golpe do fundo de quadra para se classificar para a sua primeira final em Wimbledon, feito comemorado por ele de forma efusiva na "grama sagrada" da quadra central do Grand Slam inglês.

No fim, Cilic triunfou em uma partida na qual contabilizou 25 aces e 70 winners ao total, contra 13 pontos de saque e 46 bolas vencedoras do norte-americano, que cometeu 26 erros não forçados, cinco a mais do que os 21 somados pelo croata. Este último ainda exibiu um ótimo aproveitamento de 88% dos pontos que disputou quando encaixou o seu primeiro serviço.