• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Com grande vantagem, Fluminense joga no Equador por vaga na Copa Sul-Americana

  • COMPARTILHE
Esportes

Com grande vantagem, Fluminense joga no Equador por vaga na Copa Sul-Americana

Mesmo com a grande vantagem após vencer a ida da segunda fase por 4 a 0, no estádio do Maracanã, no Rio, o time carioca irá a campo com uma maioria de titulares

Rio - Em má fase no Campeonato Brasileiro, o Fluminense deverá ter nesta quarta-feira, às 19h15 (de Brasília), uma partida mais tranquila pela Copa Sul-Americana. Apesar de jogar na altitude de 2.850 metros de Quito, o time do técnico Abel Braga poderá até mesmo perder por até três gols de diferença para a Universidad Católica, do Equador, no estádio Olímpico de Atahualpa, que mesmo assim avançará às oitavas de final da competição continental.

Mesmo com a grande vantagem após vencer a ida da segunda fase por 4 a 0, no estádio do Maracanã, no Rio, o time carioca irá a campo com uma maioria de titulares. Abel Braga levou uma delegação de 20 jogadores e só irá poupar os atletas que vêm com maior desgaste físico, principalmente em função da altitude.

"Jogar na altitude é horrível. Para esse jogo não vai o Lucas, o Renato pela contusão (sofrida diante do Corinthians, no último domingo) e não vai o Scarpa, pois está numa pegada muito grande desde que voltou de lesão. Já o Renato Chaves volta e os demais do grupo estão todos relacionados", antecipou Abel Braga.

O artilheiro do time, Henrique Dourado, também vai para o jogo. Apesar dos 4 a 0 aplicados no Maracanã, o atacante pregou cautela e negou que a classificação esteja assegurada. "Temos que aproveitar a vantagem. É complicado jogar na altitude, mas temos uma boa vantagem. É saber usá-la", comentou. "Precisamos ser inteligentes para dar mais um passo na Sul-Americana".

Pelo lado da Universidad Católica, o discurso é de recomeço. O time vem mal no Campeonato Equatoriano e anunciou um novo técnico no último fim de semana - o uruguaio Gustavo Díaz, que estreia justamente nesta quarta-feira. "É futebol e tudo pode acontecer", disse.