• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Corinthians e Flamengo empatam em jogo movimentado e com erro de arbitragem

  • COMPARTILHE
Esportes

Corinthians e Flamengo empatam em jogo movimentado e com erro de arbitragem

A igualdade favoreceu o Timão, que foi aos 41 pontos e manteve a distância para o Flamengo em 12 pontos

O empate entre Corinthians e Flamengo, por 1 a 1, neste domingo (30), foi daqueles jogos de dois tempos bastante distintos. No primeiro, dominante o time paulista mostrou porque é o líder absoluto do Campeonato Brasileiro e não deu chances ao adversário. No segundo, foi a vez dos cariocas se jogarem ao ataque e pressionar o Timão dentro de casa, numa situação rara de se ver nesta temporada. A igualdade acabou sendo melhor para o Corinthians, que foi aos 41 pontos e manteve a distância para o Flamengo em 12 pontos.

Com a bola rolando, Jô mostrou o cartão de visitas alvinegro. E se não fosse uma trapalhada tremenda do assistente Pablo Costa, teria colocado o Corinthians em vantagem aos 12 minutos. Em subida pela direita, Rodriguinho encontrou Maycon invadindo a área. O volante cruzou para trás e Jô apareceu livre e mandou para o fundo das redes. Jogada legal, mas anulado erradamente pelo árbitro Ricardo Marques Ribeiro para desespero da torcida corintiana.

Depois do lance, o Flamengo se abateu. Jô, não. Poucos minutos depois o artilheiro do Timão teve outra oportunidade, e outra vez não perdoou. Balbuena carregou a bola no campo de defesa e deu belo passe de longa distância para Jô. O atacante avançou pela esquerda, impediu a chegada da marcação e bateu cruza vencendo o goleiro Diego Alves. Foi o 17º gol de Jô nesta temporada, o 10º no Brasileirão – ele empatou com Lucca na artilharia da competição.

“Foi um passe em profundidade, temos treinado isso. Consegui fazer o gol e pude ajudar a equipe. Na hora olhei para o Diego [Alves], ele estava muito no canto, o chute em diagonal, rasteiro, é difícil, e eu consegui fazer o gol”, analisou Jô na saída para o intervalo.

No segundo tempo o Flamengo procurou trabalhar mais a bola em busca de tentar furar a sólida defesa do Corinthians. Guerrero teve boa oportunidade quando recebeu passe de Diego e ficou cara a cara com Cássio. O peruano chutou por cima do gol e desperdiçou a chance de empatar.

Sob a análise dos olheiros de Tite presentes na Arena Corinthians, Cássio fez uma defesa espetacular pouco depois. Após cobrança de escanteio de Everton na área, Juan cabeceou para o chão, como manda o figurino, mas Cássio fez um milagre e evitou novamente o gol do Flamengo.

O empate saiu dos pés de Réver. E foi um golaço. Pará cobrou o escanteio, Juan escorou de cabeça e Réver emenda um lindo voleio. Desta vez Cássio só viu a bola entrar e estufar a rede em Itaquera.

Animado com o empate o Flamengo continuou encurralando o Corinthians em seu campo de defesa e podia ter virado o placar quando Diego recebeu passe açucarado dentro da área e, livre de marcação, chutou por cima do gol.

E a igualdade ficou clara que se manteria no placar nos últimos lances. Primeiro em favor do Flamengo: Márcio Araújo cruzou e Pedro Henrique, ao tentar cortar, acertou o travessão do Corinthians quase fazendo um belo gol contra. Depois foi a vez do Timão, que novamente com Jô, parou em boa defesa de Diego Alves. Pelo que foram os dois tempos, o empate acabou sendo justo no Clássico das Multidões.

Na próxima rodada o Corinthians vai à Belo Horizonte encarar o Atlético-MG enquanto o Flamengo visita o Santos na Vila Belmiro. Ambos os jogos, válidos pela 18ª rodada, acontecem na quarta-feira (2).

Com informações do Portal R7.