• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Corinthians enfrenta a garra e a fé do Patriotas por vaga na Copa Sul-Americana

  • COMPARTILHE
Esportes

Corinthians enfrenta a garra e a fé do Patriotas por vaga na Copa Sul-Americana

O Corinthians sabe que precisará ter paciência para furar a retranca colombiana. Para isso, contará com a vontade extra de atletas que têm tido poucas oportunidades

São Paulo - Corinthians e Patriotas fazem o jogo da paciência contra a fé. Os colombianos respeitam tanto o adversário desta quarta-feira, às 21h45, no estádio Itaquerão, em São Paulo, que até pediram ajuda divina para conseguir o maior feito de sua história e avançar às oitavas de final da Copa Sul-Americana. No jogo de ida da segunda fase deu empate: 1 a 1.

Na última sexta-feira, o Twitter oficial do Patriotas divulgou uma foto em que boa parte do elenco visitava o santuário El Topo, um dos mais importantes de Tunja. "É com a bênção da nossa mãe (Nossa Senhora do Milagre, padroeira do departamento de Boyacá, onde está o clube) que vamos por um sonho de toda a cidade de Boyacá: ‘Corinthians x Patriotas’", diz o texto publicado na página do clube.

Nos últimos dias, sempre que informa algo referente ao jogo, o clube publica uma frase motivacional: "Vamos por um sonho, Boyacá!"

A diretoria e jogadores do Patriotas, fundado em 2003, trata o jogo desta quarta-feira como o mais importante de sua história. Por isso, toda ajuda é válida. "Não será jogo fácil e temos de entrar com garra e dar 100% para conseguir a classificação, o que seria algo histórico. Não vamos atacar de princípio, mas sim jogar em busca de espaço", disse o goleiro Alvaro Villete.

O Corinthians sabe que precisará ter paciência para furar a retranca colombiana. Para isso, contará com a vontade extra de atletas que têm tido poucas oportunidades. Preocupado com o desgaste físico, o técnico Fábio Carille vai poupar alguns jogadores.

O lateral-direito Fagner, o meia Rodriguinho, o atacante paraguaio Romero e o centroavante Jô e, em seus lugares, vão entrar Léo Príncipe, Marquinhos Gabriel, Clayton e Kazim, respectivamente. "Será o jogo da vida deles, mas também muito importante para nós, pois vale classificação e é a chance de a gente jogar", disse o atacante inglês naturalizado turco.