• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Coritiba confirma volta de Marcelo Oliveira ao clube no lugar de Pachequinho

  • COMPARTILHE
Esportes

Coritiba confirma volta de Marcelo Oliveira ao clube no lugar de Pachequinho

O treinador - sem clube desde a saída do Atlético Mineiro, no final de 2016 - substituirá Pachequinho, demitido após a goleada por 4 a 0 sofrida diante da Ponte Preta

Curitiba - A diretoria do Coritiba confirmou nesta quinta-feira o retorno do técnico Marcelo Oliveira à equipe paranaense. O treinador - sem clube desde a saída do Atlético Mineiro, no final de 2016 - substituirá Pachequinho, demitido após a goleada por 4 a 0 sofrida diante da Ponte Preta, em Campinas (SP), na última quarta, pela 15.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ele havia sido procurado pela diretoria do time alviverde no início deste ano, depois da saída de Paulo César Carpegiani, mas negou o convite.

Marcelo Oliveira, de 62 anos, tem uma boa história no Coritiba. Entre 2011 e 2012, o técnico conquistou o bicampeonato paranaense e chegou a duas finais da Copa do Brasil (perdeu para Vasco e Palmeiras, respectivamente). O treinador saiu da equipe curitibana para ser bicampeão brasileiro pelo Cruzeiro (2013/2014) e campeão da Copa do Brasil pelo Palmeiras (2015).

De acordo com informações do presidente do clube, Rogério Portugal Bacellar, o novo comandante já acompanhará a próxima partida da equipe no Brasileirão - contra o Flamengo, neste sábado, às 19 horas, no estádio Luso-Brasileiro, no Rio -, mas o time será orientado no banco de reservas pelo preparador físico Robson Gomes.

Depois de perder para a Ponte Preta, o elenco do Coritiba permaneceu em Campinas e realizou um treinamento no centro de treinamento da equipe alvinegra. A delegação viajou para o Rio nesta quinta-feira e deverá realizar um treino no estádio das Laranjeiras (sede do Fluminense) nesta sexta.

O Coritiba, que chegou a atingir o terceiro lugar nas primeiras rodadas, caiu de produção e, com 19 pontos somados, ocupa posição na parte inferior da tabela de classificação, mais perto da zona de rebaixamento.