• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Guto exalta Inter e torcida, mas perde Fabinho por 4 meses após fratura em jogo

  • COMPARTILHE
Esportes

Guto exalta Inter e torcida, mas perde Fabinho por 4 meses após fratura em jogo

Ao analisar a atuação do Inter, o comandante do Inter enalteceu o papel da torcida no Beira-Rio

Porto Alegre - Pressionado em meio ao momento instável vivido pelo Internacional na Série B do Campeonato Brasileiro, o técnico Guto Ferreira ganhou sobrevida no cargo após o time vencer o Oeste por 2 a 0, na noite desta terça-feira, no Beira-Rio, na abertura da 17ª rodada da competição nacional. Após o confronto, o treinador festejou a atuação da sua equipe e exaltou o forte apoio da torcida durante o confronto. Porém, ele não teve apenas motivos para comemorar, pois o lateral Fabinho sofreu uma fratura no tornozelo esquerdo e foi confirmado como desfalque colorado pelos próximos quatro meses.

"Após lesão no tornozelo, o jogador colorado passará por cirurgia e fica em processo de recuperação por 4 meses", informou o clube por meio de sua página no Twitter, ainda na noite da última terça, quando o atleta se lesionou aos 16 minutos do segundo tempo em uma disputa na qual pisou em falso com o pé esquerdo já fora das quatro linhas quando tentava avançar com a bola pela lateral do campo.

Desta forma, Fabinho corre o risco de não atuar mais neste ano pelo Inter, pois após o fim do processo de reabilitação ele ainda terá de recuperar a melhor condição física para ficar à disposição da comissão técnica. E a última rodada da Série B está marcada para 25 de novembro, exatamente quatro meses após este jogo com o Oeste no qual o atleta se lesionou.

Ao comentar a perda do jogador para a continuidade da competição, Guto Ferreira ressaltou que a "direção do clube está bastante atenta" e deverá trabalhar para possivelmente acertar a contratação de um novo lateral-direito. Já o vice-presidente de futebol do Inter, Roberto Melo, destacou que Fabinho "fará muita falta" e apontou um período de "três a quatro meses de recuperação" ao jogador.

Ao analisar a atuação do Inter, o comandante do Inter enalteceu o papel da torcida no Beira-Rio, que contou com um público de 18.357 pagantes nesta terça e viu os colorados apoiaram fortemente a equipe rumo ao triunfo que levou o time à quarta posição da Série B, fechando a zona de acesso à elite nacional, com 27 pontos.

"A torcida foi fantástica. Por 90 minutos, incentivou e empurrou a equipe. É tudo uma troca. O time entrou bem e puxou o torcedor. Esta parceria vocês (jornalistas) sabem aqui dentro o que já conquistou", ressaltou Guto Ferreira, minimizando também o fato de que entrou para este jogo pressionado e ainda garantindo: "De dentro do vestiário, da direção, sempre tive o apoio. E meu trabalho sempre foi buscando desempenho e resultado. Hoje saio feliz por isso. Tivemos bom desempenho e resultado".

Ao mesmo tempo, porém, o comandante evitou exibir euforia e cobrou maior regularidade do Inter, que voltará a atuar apenas na próxima terça-feira, contra o Goiás, novamente no Beira-Rio, pela 18ª rodada da Série B. "Ainda falta muito. Não é o jogo de hoje (terça) que me deixa totalmente tranquilo. Corremos risco de oscilar novamente", alertou.