• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Ágatha/Duda cai para campeãs olímpicas e é vice no Finals de vôlei de praia

  • COMPARTILHE
Esportes

Ágatha/Duda cai para campeãs olímpicas e é vice no Finals de vôlei de praia

Elas jogaram melhor no tie-break e mereceram. Foi um orgulho jogar aqui, provavelmente depois dos Jogos Olímpicos é a arena mais bonita em que atuei

As brasileiras Ágatha e Duda ficaram com a medalha de prata no World Tour Finals do Circuito Mundial de Vôlei de Praia, torneio disputado em Hamburgo, na Alemanha, que fecha a temporada da modalidade. Na decisão deste sábado, a dupla bem que tentou, mas não resistiu às atuais campeãs olímpicas e donas da casa, as alemãs Ludwig e Walkenhorst, que venceram por 2 sets a 1, com parciais de 21/17, 19/21 e 15/10.

Mais uma vez, Ludwig e Walkenhorst frustraram o sonho de título brasileiro. Se na Olimpíada do Rio, no ano passado, venceram Ágatha e Bárbara Seixas para ficar com o ouro, desta vez passaram pela mesma Ágatha e sua nova parceira, Duda, levando ao delírio a torcida na arena em Hamburgo.

"Elas jogaram melhor no tie-break e mereceram. Foi um orgulho jogar aqui, provavelmente depois dos Jogos Olímpicos é a arena mais bonita em que atuei. Ficou lotado, a torcida apoiou demais os times da Alemanha, mas também apoiou um belo jogo e o espetáculo. Duda e eu começamos neste ano, as expectativas são grandes, queremos continuar juntas até os Jogos de Tóquio, estamos animadas, sabendo que temos muito para crescer", considerou Ágatha.

Apesar de enfrentar uma das principais duplas do vôlei de praia atual, as brasileiras mantiveram o equilíbrio durante boa parte do duelo. No primeiro set, Ludwig e Walkenhorst só abriram vantagem na segunda metade, mas aí, arrancaram para fazer 1 set a 0.

A história parecia se repetir na segunda parcial, quando as alemãs abriram 10 a 8. Só que desta vez, o saque de Ágatha fez a diferença, e não tardou para as brasileiras virarem. O equilíbrio se estendeu até o fim, quando Ludwig parou no bloqueio no último ponto e viu as adversárias igualarem o duelo.

O confronto, então, foi para o desempate. E aí, as alemãs contaram com a força da torcida para vencer. Logo de cara, abriram três pontos de vantagem e, depois, apenas administraram a diferença para minar a confiança das brasileiras e confirmar a vitória.

Além de Ágatha e Duda, o Brasil subiu ao pódio com Larissa e Talita. Considerada a principal dupla do País, elas superaram a queda na semifinal diante das compatriotas e derrotaram na disputa do bronze as canadenses Pavan e Humana-Paredes por 2 sets a 0, com parciais de 21/17 e 21/19.