• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Ascensão de Deyverson deixa Borja como terceira opção no Palmeiras

  • COMPARTILHE
Esportes

Ascensão de Deyverson deixa Borja como terceira opção no Palmeiras

Deyverson e Borja vivem momentos distintos na equipe paulista. Ambos contratados em 2017, por valores bem diferentes, os atacantes disputam a titularidade no Palmeiras

São Paulo - Deyverson e Borja tiveram inícios semelhantes no Palmeiras: três jogos e dois gols marcados. Porém, o momento atual é totalmente favorável ao brasileiro e não ao colombiano. O reforço mais caro da história do clube, adquirido por R$ 33 milhões, viu a contratação mais recente do time conquistar espaço, se tornar titular e lhe relegar ao status de terceira opção no ataque, atrás ainda de Willian.

Borja não marca desde o fim de junho, contra o Atlético-GO, pelo Campeonato Brasileiro, e já está há nove partidas sem fazer gol. Contra o Avaí, no último fim de semana, o colombiano passou a partida toda no banco de reservas enquanto Deyverson estreava no Allianz Parque com gol. Na quarta seguinte, contra o Botafogo, novamente o ex-jogador do Alavés foi titular e marcou o gol da vitória. Já o colega, entrou só na segundo tempo.

"Sou um jogador que não desiste de nenhuma jogada. Para mim, não tem bola perdida. Acho que esse também é o espírito dos torcedores do Verdão. Estou muito feliz e completamente adaptado ao clube e a cidade", disse Deyverson. Promovido a titular no ataque, o jogador tem Willian, que se recupera de lesão na coxa, como reserva imediato.

O ex-cruzeirense superou a concorrência de Borja meses atrás, antes da contratação de Deyverson. O colombiano perdeu espaço com a chegada de Cuca. O técnico explicou algumas vezes que será preciso ter paciência para deixar o atacante se adaptar ao futebol brasileiro e se sentir mais à vontade no Palmeiras. Segundo o zagueiro Luan, esse processo está avançando. "Ele é um dos caras mais brincalhões do grupo. O futebol dele tem crescido, ele tem entrado. Logo ele se adapta e vai nos dar alegria", afirmou.

Deyverson, Willian e Borja chegaram neste ano ao clube como apostas da diretoria para compensar a saída de Gabriel Jesus, negociado com o Manchester City. O preferido para o decisivo jogo contra o equatoriano Barcelona, pela Copa Libertadores, é Deyverson, que foi o último contratado, mas se aproveitou da má fase de um e da lesão de outro concorrente. "Lógico que essa será nossa final de Copa do Mundo até o momento na temporada, mas vamos deixar para pensar nisso depois do jogo contra o Atlético-PR", comentou.