• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

'Chateado', Zidane critica punição a Ronaldo e vê 'algo' por trás de decisão

  • COMPARTILHE
Esportes

'Chateado', Zidane critica punição a Ronaldo e vê 'algo' por trás de decisão

Após decisão da Federação Espanhola de punir o craque do Real Madrid com cinco jogos de suspensão, o técnico Zidane expressou descontentamento e diz que acontece algo por trás da decisão

Madri - Um dia antes de o Real Madrid enfrentar o Barcelona no confronto de volta da final da Supercopa da Espanha, o técnico Zinedine Zidane não escondeu o seu descontentamento, em entrevista coletiva nesta terça-feira, com a punição de cinco jogos de suspensão aplicada a Cristiano Ronaldo na última segunda. O astro português levou o gancho após ter sido expulso na partida de ida da decisão, no último domingo, no Camp Nou, onde o time madrilenho venceu por 3 a 1 e o atacante chegou a empurrar o árbitro da partida após levar o vermelho por suposta simulação de um pênalti. No caso, a ação lhe rendeu um segundo cartão amarelo e a consequente exclusão do confronto.

Antes de ser expulso, Cristiano Ronaldo havia entrado na equipe merengue apenas no segundo tempo, no qual inicialmente foi punido com um cartão amarelo ao comemorar o gol que marcou no confronto tirando a sua camisa e exibindo a mesma aos torcedores do Barça.

Julgado na segunda-feira pelo juiz de competição da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), o jogador teve a sua suspensão automática, causada pela expulão, mantida para a partida de volta da final após o Real entrar com recurso para tentar anular o segundo cartão amarelo por defender que seu principal astro não tentou simular um pênalti ao receber a marcação de Umtiti, do Barça. Para completar, o atleta levou um gancho de quatro partidas pela agressão ao árbitro De Burgos Bengoetxea.

Ao comentar a punição nesta terça, Zidane qualificou a mesma como exagerada e insinuou que pode haver "algo" por trás desta decisão que também fez Cristiano Ronaldo se tornar desfalque do Real Madrid para as quatro primeiras rodadas da edição 2017/2018 do Campeonato Espanhol, que começa na sexta-feira. O treinador, porém, recuou quando questionado sobre quais interesses poderiam estar ligados à sanção ao craque.

"Estou e estamos todos no Real muito chateados. Não vou me meter com os árbitros, mas, depois do que aconteceu, pensar que ele não vai jogar cinco partidas é (de se suspeitar) que aqui acontece algo. É muito para ele. Tenho sido muito claro em minha resposta. O que aconteceu, aconteceu, mas quando você analisa o que Cristiano Ronaldo fez, você vê que cinco partidas é um castigo muito grande", reclamou Zidane.

Em seguida, o comandante pediu coerência aos juízes do Comitê de Apelações da RFEF quando forem julgar o recurso do Real Madrid contra esta punição, contra a qual o clube teria dez dias para recorrer a partir da última segunda-feira. "Espero que olhe bem isso porque, se vão reunir o comitê, que o vejam bem. Estou chateado quando olho o querem fazer a Cristiano pelo que aconteceu", completou.

Zidane lembrou que a apelação do Real contra a punição a Cristiano Ronaldo está prevista para ser julgada na manhã desta quarta-feira e disse que o jogador ficou abalado com a suspensão. "Cada um pode opinar, mas Cristiano Ronaldo está chateado porque quer jogar e quando não joga não está feliz", ressaltou o francês, para depois dizer que espera que não existam interesses alheios que possam prejudicar o astro neste seu julgamento, assim como pediu para que "as pessoas façam seu trabalho com consciência".

Sem saber quando poderá voltar a contar com Cristiano Ronaldo em campo, pois precisa esperar qual será o resultado da apelação apresentada pelo Real contra a punição, Zidane se vê muito próximo de ganhar mais um título como técnico do time madrilenho.

Com a vantagem de 3 a 1 obtida no duelo de ida, a equipe poderá até perder por 2 a 0 para o Barcelona para ficar com a taça no confronto marcado para começar às 18 horas (de Brasília) desta quarta-feira, no estádio Santiago Bernabéu, que abriga a partida de volta da decisão que reúne os atuais campeões do Campeonato Espanhol e da Copa do Rei. Essa vantagem se dá pelo maior peso dos gols marcados fora de casa para efeito de desempate.