• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Checo pode se tornar o atleta mais caro da história da Roma

  • COMPARTILHE
Esportes

Checo pode se tornar o atleta mais caro da história da Roma

A Roma anunciou que pagou cinco milhões de euros pelo empréstimo do jogador, com opção de compra já definida

Depois de uma novela que vinha se arrastando desde o mês passado, o checo Patrik Schick finalmente definiu sua nova casa para a temporada 2017/2018 nesta segunda-feira. O atacante de 21 anos deixou a Sampdoria e foi anunciado como novo reforço da Roma, em negociação que pode se tornar a mais cara da história do clube.

A Roma anunciou que pagou cinco milhões de euros pelo empréstimo do jogador, com opção de compra já definida. "Caso alguns objetivos esportivos sejam cumpridos, o clube será obrigado a comprar o jogador em definitivo por mais nove milhões de euros", explicou.

Pelo acordo, a Roma será obrigada a pagar mais oito milhões de euros de bônus caso o jogador cumpra alguns objetivos, que não foram revelados. Por fim, "a Sampdoria deverá receber um pagamento de 20 milhões de euros em fevereiro de 2020. Se Schick for vendido antes de fevereiro de 2020, os clubes acertaram que a Sampdoria ficará com 50% da transferência ou o valor de 20 milhões de euros - a soma que for maior".

Diante destas possibilidades, Schick pode custar aos cofres da Roma até 42 milhões de euros (cerca de R$ 160 milhões), o que faria dele a contratação mais cara da história do clube. "Patrik é uma das maiores promessas do futebol internacional. Estamos muito satisfeitos por ter chegado a este acordo, especialmente porque ele foi procurado por muitos times, mas nos escolheu", disse o diretor esportivo da Roma, Monchi.

Schick esteve próximo de acertar com a Juventus no mês passado, mas o acordo foi por água abaixo por um problema cardíaco apresentado pelo jogador em exames médicos. Para acertar com a Roma, então, o atacante passou por diversos testes médicos na capital italiana antes de assinar o contrato.

"Para mim, a Roma é a equipe ideal", disse Schick. Revelado pelo Sparta Praga, o jogador atuou na Sampdoria por uma temporada, tendo marcado 11 gols no último Campeonato Italiano. Ele já foi convocado para a seleção checa em cinco oportunidades, tendo marcado um gol.