• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cruzeiro para duas vezes na trave e empata com o Botafogo no Mineirão

  • COMPARTILHE
Esportes

Cruzeiro para duas vezes na trave e empata com o Botafogo no Mineirão

o Cruzeiro chegou ao quarto empate consecutivo jogando dentro de casa entre partidas do Brasileirão e Copa do Brasil. Equipe segue na zona intermediária da classificação, com 27 pontos. O Botafogo vem pouco abaixo, com 25

O Cruzeiro parou na trave duas vezes e não conseguiu encostar na zona de classificação para a Copa Libertadores. Na tarde deste domingo, no Mineirão, o time ficou no empate sem gols contra o Botafogo, em jogo válido pela 19.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Cruzeiro chegou ao quarto empate consecutivo jogando dentro de casa entre partidas do Brasileirão e Copa do Brasil. O baixo aproveitamento em casa manteve a equipe na zona intermediária da classificação, com 27 pontos. O Botafogo vem pouco abaixo, com 25.

Mesmo com um time recheado de reservas, o Cruzeiro começou a partida em cima do adversário e carimbou a trave logo aos três minutos. Sassá ganhou da marcação e rolou para Rafinha finalizar cruzado. O meia tentou pegar Gatito no contrapé, mas acertou o poste.

Os donos da casa continuaram pressionando, buscando espaço pelo lado direito de ataque. Em outro bom espaço encontrado por Sassá, Alisson teve chance de marcar. Ele tentou desviar de letra após cruzamento rasteiro e acabou mandando para fora.

O Botafogo suportou bem a pressão com solidez defensiva e logo equilibrou a partida. O time carioca também usou vários reservas por conta do confronto contra o Nacional do Uruguai no próximo meio de semana, no Engenhão, pela volta das oitavas de final da Libertadores. Na ida, venceu por 1 a 0.

O time carioca sentiu a falta de entrosamento e praticamente não levou perigo ao gol de Fábio. A falta de ritmo e entrosamento no ataque ficou clara nos minutos finais da primeira etapa em contra-ataque puxado pelo chileno Valencia. Ele saiu sozinho no dois contra um, mas preferiu fazer a jogada individual, tropeçou na bola e caiu no gramado.

No segundo tempo, o Botafogo voltou ainda mais fechado, buscando uma chance para tentar resolver a partida, dificultando a partida para o Cruzeiro. Mano Menezes colocou em campo Rafael Sóbis e Robinho para renovar o ataque e tentar penetrar no sistema montado pelo time carioca.

Depois de tanto insistir, os mineiros tiveram boa oportunidade de marcar, mas pararam na trave mais uma vez. Depois de cruzamento da esquerda, Thiago Neves ajeitou e Alisson testou no poste.

Logo em seguida, o Botafogo também desperdiçou boa oportunidade para marcar. Em contra-ataque, Guilherme arrancou pela esquerda e acionou Marcus Vinícius. De cara para o gol, ele finalizou cruzado, com Fábio já caído, mas mandou para fora.

Os dois times voltarão a jogar pelo Brasileirão no próximo domingo. Às 11 horas, o Cruzeiro visita o São Paulo, no Morumbi. Um pouco mais tarde, o Botafogo encara o Grêmio, no Engenhão, às 19 horas.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 0 X 0 BOTAFOGO

CRUZEIRO - Fábio; Lucas Romero, Léo, Murilo e Diogo Barbosa; Nonoca (Robinho), Lucas Silva, Rafinha (Rafael Sóbis), Thiago Neves e Alisson (Raniel); Sassá. Técnico: Mano Menezes.

BOTAFOGO - Gatito Fernandez; Emerson (Renan Fonseca), Marcelo, Emerson Silva e Gilson; Dudu Cearense, Rodrigo Lindoso, Bruno Silva e Léo Valencia (Marcus Vinícius); Guilherme e Brenner (Vinícius Tanque). Técnico: Jair Ventura.

ÁRBITRO - Claudio Francisco Lima e Silva (SE).

CARTÕES AMARELOS - Sassá, Lucas Silva e Diogo Barbosa (Cruzeiro); Dudu Cearense, Valencia e Emerson Santos (Botafogo).

RENDA - R$ 457.410.

PÚBLICO - 19.030 pagantes (22.691 total).

LOCAL - Mineirão, em Belo Horizonte (MG).