• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

'O resultado justo não seria a derrota', diz Zé Ricardo após Fla perder do Santos

  • COMPARTILHE
Esportes

'O resultado justo não seria a derrota', diz Zé Ricardo após Fla perder do Santos

O técnico Zé Ricardo acredita que o seu time merecia melhor sorte no confronto válido pela penúltima rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro

São Paulo - Em um jogo de cinco gols e duas viradas no segundo tempo, o Flamengo foi derrotado pelo Santos por 3 a 2 na noite da última quarta-feira, no Pacaembu, onde o time carioca estava vencendo por 2 a 1 até os 39 minutos da etapa final, mas viu Alison e Ricardo Oliveira marcarem e garantirem o triunfo alvinegro. Ao comentar o revés, o técnico Zé Ricardo acredita que o seu time merecia melhor sorte no confronto válido pela penúltima rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro, no qual estacionou na quinta posição, com 29 pontos, e agora está três atrás do Palmeiras, quarto colocado, e a cinco de distância para a própria equipe santista, que ocupa o terceiro lugar.

"A gente sai frustrado. Acredito que o Flamengo tenha feito uma boa partida, criamos oportunidades, finalizamos, o resultado justo não seria a derrota. Esse é o futebol. Temos que levantar a cabeça, ver o que podemos melhorar. Sempre podemos melhorar. Depois da partida que fizemos, sair derrotados realmente chateia e temos que recuperar rapidamente para o jogo de domingo", afirmou o treinador, em entrevista coletiva, se referindo ao confronto diante do Vitória, no estádio Luso Brasileiro, às 11 horas, pela rodada final da primeira metade da competição nacional.

A derrota para o Santos também fez o comandante reconhecer que a realidade do time neste momento não é a de almejar o título nacional, até porque a diferença para o líder Corinthians passou a ser de 15 pontos - também na noite desta quarta-feira, a equipe corintiana venceu o Atlético-MG por 2 a 0, no Mineirão, e chegou aos 44 pontos. Com essa larga distância, o objetivo não é mais "palpável" como foi há algumas rodadas e o foco dos flamenguistas está voltado principalmente para as semifinais da Copa do Brasil, na qual fará o jogo de ida do mata-mata com o Botafogo no próximo dia 16, no Engenhão.

"Antes da partida com o Corinthians estávamos evitando falar sobre isso (título di Brasileirão) e continuo pensando da mesma forma. Temos que fazer a competição como sempre fizemos, pensando jogo a jogo. Hoje (quarta-feira) estávamos bem e fazendo o que pensamos para a partida, mesmo quando tomamos o primeiro gol. Mas o futebol nos coloca em situações difíceis, como a que a gente está passando agora. Mas vamos tentar terminar o primeiro turno com uma vitória diante do Vitória, e aí pensar novamente nas copas (do Brasil e Sul-Americana) e tentar, dentro das competições, uma dar gás para a outra", disse Zé Ricardo.

CLUBE É ALVO DE PICHAÇÕES - A torcida do Flamengo não perdoou mais uma derrota do clube no Campeonato Brasileiro. Os muros do CT do clube, que fica em Vargem Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro, foram pichados com as frases "fora, Zé Ricardo e cia", "fora, MA" (em referência ao volante Márcio Araújo) e "time sem vergonha".

O treinador vem tendo a sua demissão pedida por boa parte dos torcedores flamenguistas há algum tempo, sendo que a pressão sobre ele se acentuou após a decepcionante eliminação na fase de grupos da Copa Libertadores, que era a principal prioridade do clube nesta temporada. Marcio Araújo, por sua vez, é um jogador tecnicamente limitado e nesta quarta-feira errou o "bote" na marcação na jogada em que a bola sobrou para Alison antes de o santista acertar lindo chute de fora da área para empatar a partida em 2 a 2.

Para completar, o Flamengo ganhou apenas um dos seus últimos sete jogos e, além do técnico e do volante, outros jogadores do elenco estão sendo alvos do descontentamento dos torcedores, como o zagueiro Rafael Vaz e o atacante Gabriel.