• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Reconstrução do teto do Velódromo do Rio custará R$ 199 mil após revisão de custo

  • COMPARTILHE
Esportes

Reconstrução do teto do Velódromo do Rio custará R$ 199 mil após revisão de custo

Como o Parque Olímpico da Barra da Tijuca estava vazio no momento da queda dos balões, o incêndio não deixou vítimas

Com revisão no orçamento para reconstrução da cobertura do Velódromo do Parque Olímpico do Rio, a obra passará a custar R$ 199.431,85 aos cofres públicos. O valor anterior, anunciado semana passada pela Autoridade de Governança do Legado Olímpico (Aglo), era de R$ 204.634,42.

Em nota ao Estado, a Aglo, órgão ligado ao Ministério do Esporte, justificou a mudança no orçamento porque "tinha que publicar com celeridade a dispensa de licitação". Depois, a autarquia negociou um desconto no contrato com a empresa Updown Equipamentos para Eventos Ltda e abateu R$ 5.202,57 do valor do acordo. O negócio foi feito sem licitação sob a justificativa de ser tratar de uma "contratação emergencial de empresa especializada".

Parte da cobertura do velódromo que foi um dos palcos da Olimpíada de 2016 foi destruída por um incêndio provocado por um balão no dia 30 de julho. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, as chamas começaram pouco antes de 0h30. As equipes deslocadas ao local levaram cerca de duas horas e meia para conter o incêndio.

Como o Parque Olímpico da Barra da Tijuca estava vazio no momento da queda dos balões, o incêndio não deixou vítimas. Além do balão que queimou o velódromo, outros caíram na área do Parque Olímpico.

A construção do velódromo custou R$ 140 milhões. Segundo a Aglo, as obras na cobertura do espaço devem ser concluídas até "meados de setembro".