• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Renato admite abatimento do Grêmio: 'Estamos tristes, mas levantaremos a cabeça'

  • COMPARTILHE
Esportes

Renato admite abatimento do Grêmio: 'Estamos tristes, mas levantaremos a cabeça'

Apesar da eliminação, o técnico Renato Gaúcho frisou a importância de levantar a cabeça e focar na libertadores e no campeonato brasileiro

Belo Horizonte - A técnico Renato Gaúcho não escondeu o abatimento com a eliminação sofrida pelo Grêmio na semifinal da Copa do Brasil, ocorrida na noite da última quarta-feira, no Mineirão, em Belo Horizonte, onde o Cruzeiro venceu a equipe gaúcha por 1 a 0 no tempo normal e depois assegurou classificação à decisão na disputa por pênaltis.

A eliminação foi doída também pelo fato de que o time gremista havia vencido o confronto de ida por 1 a 0 e deu adeus ao torneio nacional mesmo após o goleiro Marcelo Grohe defender duas penalidades. Fábio, do Cruzeiro, agarrou apenas uma, mas Edílson e Everton acertaram a trave em suas cobranças e os erros foram determinantes para a classificação cruzeirense.

"Nós estamos tristes, o nosso torcedor também está triste, mas a vida segue e temos mais duas competições pela frente, o Campeonato Brasileiro e principalmente a Libertadores, e vamos levantar a cabeça do grupo na próxima semana e continuar o trabalho, que está sendo muito bom em todos os sentidos. Faz parte ser eliminado e ninguém quer ser eliminado, mas você não se pode ganhar tudo", afirmou Renato Gaúcho, com semblante abatido, na entrevista coletiva que concedeu após o jogo.

O treinador ainda assegurou que o Grêmio não deixará o Campeonato Brasileiro em segundo plano depois de o Corinthians ter aberto dez pontos de vantagem na liderança sobre os gremistas com a vitória por 1 a 0 sobre a Chapecoense, também na quarta-feira à noite, em Chapecó, em jogo atrasado da 20ª rodada da competição.

"O Grêmio nunca deu as costas para o Brasileirão... O planejamento não vai mudar muito não. Hoje nós estamos tristes, é uma coisa normal após uma eliminação dessa, mas vamos levantar a cabeça. Eu, como comandante, tenho de levantar a cabeça do grupo, sei que eles (jogadores) estão tristes. Lutaram, batalharam, e sei o quanto eles queriam chegar em uma final. Infelizmente não chegamos. Estamos abatidos sim, hoje, e talvez ainda amanhã, mas depois é vida que segue", disse o comandante, que também enfatizou que o torcedor gremista precisa "ter orgulho" da temporada que a equipe vem realizando, embora o time tenha terminado o último Campeonato Gaúcho apenas na quarta posição e agora dado adeus à Copa do Brasil.

Pênaltis e resignação 

 Renato não deixou também de lamentar o fato de que o Grêmio foi eliminado nos pênaltis mesmo após se preparar bastante para este tipo de disputa durante os treinos anteriores ao duelo de volta da semifinal. E o time reviveu o mesmo trauma amargado na luta por uma vaga na decisão do último Campeonato Gaúcho, no qual foi superado pelo Novo Hamburgo nas penalidades.

"É um erro muito grande, mas treinamos. Todos os dias. Muitos jogadores batem. Infelizmente, saímos de uma grande competição, que é a Copa do Brasil, nos pênaltis, assim como ocorreu no Gauchão. Não foi por falta de treinamento. Eles treinam bastante. E vários treinam", destacou, resignado, o treinador.

Para completar, Renato evitou eleger culpados pela eliminação ou analisar individualmente a atuação de seus jogadores nesta partida de volta no Mineirão. "Não vou ficar falando de A, B ou C. Se jogou bem ou não. Sei que o time brigou, lutou. Tudo bem que o Grêmio não teve muitas chances, mas o Cruzeiro também não. Foi um jogo bem estudado. Tomamos um gol que não poderíamos ter tomado, de cabeça, e fomos eliminados nos pênaltis", lamentou.

Fora da Copa do Brasil, o Grêmio só voltará a jogar pelo Brasileirão no dia 2 de setembro, contra o Sport, em casa, após a partida ter sido transferida deste sábado para a nova data visando preservar o gramado da arena gremista para o jogo que a seleção brasileira fará no local contra o Equador, no próximo dia 31, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.