• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Renato critica 'apagão' do Grêmio e absolve Marcelo Oliveira por pênalti perdido

  • COMPARTILHE
Esportes

Renato critica 'apagão' do Grêmio e absolve Marcelo Oliveira por pênalti perdido

Na avaliação de Renato, o time melhorou de rendimento na etapa final, mas não foi suficiente para evitar a derrota. Por isso, ele cobrou mais atenção dos seus jogadores

Rio - O técnico Renato Gaúcho avaliou que o Grêmio entrou em campo desatento no último domingo e pagou um preço caro por isso, sendo derrotado pelo Botafogo por 1 a 0, no Engenhão, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. Foi, aliás, no começo do jogo que o time foi vazado por Leandrinho, em uma jogada que começou com Kaio perdendo a posse de bola na intermediária.

"Nos primeiros 20 minutos, o Grêmio parecia que estava em outro planeta. Chamei a atenção do time no intervalo, mas pagamos caro por isso. Sempre é difícil fazer gol, ainda mais com o adversário saindo na frente", disse o treinador gremista.

Na avaliação de Renato, o time melhorou de rendimento na etapa final, mas não foi suficiente para evitar a derrota. Por isso, ele cobrou mais atenção dos seus jogadores. "No segundo tempo, o jogo ficou aberto, as duas equipes tiveram chances. É preciso ter foco o tempo todo", comentou.

Renato também absolveu Marcelo Oliveira pelo erro na cobrança de pênalti, que foi defendida por Gatito Fernández. "O critério (de definição do cobrador) são os batedores que batem bem na semana. Treinamos praticamente todos os dias. O Marcelo se mostrou confiante e seguro. Infelizmente errou. Fazer o que? Eu só posso escolher um. Estava confiante e a ordem era para ser ele ou o Fernandinho, qualquer um", afirmou.

Com a derrota do Grêmio, que atuou com um time formado basicamente por reservas, a equipe se manteve em segundo lugar no Brasileirão, com 39 pontos. O próximo compromisso do Grêmio será pela Copa do Brasil, na quarta-feira, quando vai receber o Cruzeiro, em Porto Alegre, para o jogo de ida das semifinais.