• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Uefa denuncia clube polonês por manifestação política da torcida

  • COMPARTILHE
Esportes

Uefa denuncia clube polonês por manifestação política da torcida

A faixa lembrou o aniversário da Revolta de Varsóvia, que começou no dia 1º de agosto de 1944, na reta final da Segunda Guerra Mundial

A Uefa denunciou nesta sexta-feira o Legia Varsóvia por conta de manifestação política da torcida em jogo da fase preliminar da Liga dos Campeões, na quarta-feira. Torcedores do clube polonês exibiram faixa gigante na qual lembraram episódio histórico em que nazistas mataram 160 mil poloneses nas arquibancadas durante o jogo contra o Astana, do Casaquistão.

A faixa lembrou o aniversário da Revolta de Varsóvia, que começou no dia 1º de agosto de 1944, na reta final da Segunda Guerra Mundial. Na Polônia ocupada pela Alemanha nazista, os poloneses iniciaram um movimento de resistência que foi abafado pelos alemães, deixando um salto de 160 mil mortos, incluindo milhares de crianças.

Na partida disputada no dia 2 de agosto, a torcida exibiu imagem gigante de um soldado nazista apontando uma arma na cabeça de uma criança. Ao redor da imagem, num mosaico, havia o número 1944, sobre um fundo nas cores branca e vermelha, em alusão à bandeira polonesa. Abaixo havia a mensagem "Durante a Revolta de Varsóvia, os alemães mataram 160 mil pessoas. Milhares eram crianças".

A manifestação política motivou a denúncia da Uefa, que abriu procedimento disciplinar para investigar o caso. A entidade denunciou o clube citando uma "faixa ilícita" e também porque torcedores bloquearam as escadas das arquibancadas durante o jogo.

Com o procedimento, o Legia Varsóvia pode levar multa ou até ter que jogar com os portões fechados em competições organizadas pela Uefa - o time foi eliminado da Liga dos Campeões na partida contra o Astana. O time tem histórico de punições por brigas de torcida e até manifestações a favor do nazismo.