• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Guardiola confirma que Éderson não sofreu fraturas no rosto

  • COMPARTILHE
Esportes

Guardiola confirma que Éderson não sofreu fraturas no rosto

Ainda que não tenha parecido intencional, Éderson levou um solada no rosto quando saiu da meta para cortar uma bola

O goleiro Éderson não sofreu fraturas no rosto nem concussão cerebral no seu assustador choque com Sadio Mané, neste sábado, durante a vitória do Manchester City por 4 a 0 sobre o Liverpool, pelo Campeonato Inglês. O técnico Pep Guardiola, que o dirige no clube de Manchester, previu, porém, a possibilidade de o brasileiro ficar de fora da próxima partida da equipe.

Ainda que não tenha parecido intencional, Éderson levou um solada no rosto quando saiu da meta para cortar uma bola, no choque com o atacante do Liverpool para tentar alcançar a bola. Diante do incidente, a arbitragem expulsou Mané.

O goleiro brasileiro recebeu atendimento médico, tendo permanecido caído no campo durante vários minutos. Ele deixou a partida em uma maca e com o rosto ensanguentado. Éderson precisou ser substituído durante a partida pelo chileno Claudio Bravo, de quem conquistou a titularidade após ser adquirido pelo Manchester City na última janela de transferências do futebol europeu.

Antes mesmo do fim da partida, Éderson reapareceu no estádio, no banco de reservas do Manchester City, mostrando que o problema não foi tão grave quanto se temia. "Não sofreu fraturas, e isso é muito importante", disse Guardiola. "Talvez não jogue a próxima partida".

O próprio goleiro, que foi convocado para os últimos compromissos da seleção brasileira, confirmou que estava bem. "Olá a todos, estou bem. Só foi um susto. Foi um triunfo importante. Somos fortes. Obrigado a todos pelas mensagens de apoio", escreveu o goleiro, de 24 anos, em seu perfil no Twitter.