• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Perto de voltar para o banco, Marciel ganha pontos no Corinthians

  • COMPARTILHE
Esportes

Perto de voltar para o banco, Marciel ganha pontos no Corinthians

Marciel deverá ter mais oportunidades e parece ter se tornado o reserva imediato de Arana, mas também poderá ser utilizado no meio, no lugar de Maycon e até de Rodriguinho

São Paulo - A lesão de Guilherme Arana deixou muitos torcedores do Corinthians preocupados, pois o lateral era um dos principais jogadores do elenco e Moisés, seu substituto imediato, não agradou quando teve chance de jogar. Mas o volante Marciel foi improvisado no setor e acabou surpreendendo positivamente, principalmente na partida contra o Racing, quando foi um dos melhores em campo.

A tendência é que para o jogo com o Vasco, domingo, às 16 horas, pelo Campeonato Brasileiro, Marciel volte para o banco de reservas, já que Arana deverá estar recuperado de lesão na coxa direita. Entretanto, o polivalente volante conseguiu ganhar pontos com o treinador. "Gosto de ser lateral e já atuei bastante nessa posição na base. Se precisar, o Carille pode contar comigo em qualquer posição", disse.

O jogo com o Racing foi apenas o segundo de Marciel no Brasileirão. Ele ficou fora por cerca de quatro meses, por causa de um tratamento de uma alopecia areata, doença que causa queda de cabelo. O jogador acabou usando um medicamento que tinha substância dopante e precisou ficar afastado dos gramados até que o seu organismo ficasse totalmente limpo.

Liberado e polivalente, Marciel deverá ter mais oportunidades e parece ter se tornado o reserva imediato de Arana, mas também poderá ser utilizado no meio, no lugar de Maycon e até de Rodriguinho. Ele é um segundo volante que sai bastante para o jogo, por isso a tendência é de que Carille não o utilize no lugar de Gabriel.

"O Marciel fez apenas o segundo jogo em uma posição que não tem tanta rotina ainda, vai se adaptando", avaliou o técnico, ponderado nos elogios ao garoto de 22 anos e que diante do Racing, fez bonita jogada antes de tocar para Maycon concluir e abrir o placar no empate por 1 a 1, no Itaquerão.