• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Daniel Paulista assume Sport após Luxemburgo dizer que 'sabia que seria demitido'

  • COMPARTILHE
Esportes

Daniel Paulista assume Sport após Luxemburgo dizer que 'sabia que seria demitido'

Com apenas 35 anos de idade e também um ex-jogador do Sport, Daniel Paulista será auxiliado na sua nova função por Thiago Duarte

Recife - Depois de Vanderlei Luxemburgo ter sido demitido pelo Sport logo após a derrota por 2 a 0 para o Junior Barranquilla, na noite desta quinta-feira, em Recife, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana, Daniel Paulista foi oficialmente confirmado como novo técnico do time pernambucano até o final deste ano.

Daniel Paulista já fazia parte da comissão técnica como auxiliar e agora vai dirigir interinamente a equipe antes de o clube definir a contratação de um novo treinador para a próxima temporada. A sua principal missão no cargo será livrar o time do rebaixamento no Campeonato Brasileiro, no qual hoje ocupa a 15ª posição, apenas dois pontos à frente do Vitória, que encabeça a zona de descenso da tabela.

Com apenas 35 anos de idade e também um ex-jogador do Sport, Daniel Paulista será auxiliado na sua nova função por Thiago Duarte. Anteriormente, ele já havia iniciado este ano como técnico do Sport, no qual teve um aproveitamento de 70% nos 20 jogos em que esteve à frente da equipe nesta temporada. Foram 12 vitórias, seis empates e duas derrotas. O ex-atleta também dirigiu a equipe nos últimos meses de 2016, quando acumulou 16 vitórias, sete empates e cinco derrotas.

MÁGOA EXPOSTA 

Luxemburgo deixou claro que saiu magoado do posto de comandante do Sport, sendo que ele mesmo confirmou a sua demissão por meio de um breve pronunciamento, em tom de desabafo, que fez no final da noite desta quinta, na Ilha do Retiro, onde chegou a afirmar que já "sabia que seria demitido" muito antes deste confronto válido pelas quartas de final da Copa Sul-Americana.

O ex-comandante do Sport garantiu ter dito há algum tempo a alguns membros da direção do Sport que o vice-presidente do clube, Gustavo Dubeux, o mandaria embora. Porém, o treinador não entrou em detalhes sobre esta conversa em seu pronunciamento.

"Futebol é desta forma, a culpa vai ser sempre do técnico. Neste momento, eles (dirigentes) entenderam que era melhor para o Sport a minha saída. Faz parte do jogo. Mas ele (Dubeux) sabe disso que eu vou falar aqui para vocês (jornalistas). Ele sabe que eu falei pra eles três meses atrás que, quando acontecesse (algum resultado negativo ou fracasso de maior peso), ele (Dubeux) iria me mandar embora. Agora perguntem o motivo disso para ele. Mas faz parte do jogo, vou tocar a vida, é vida que segue", afirmou.

Logo após o anúncio de Luxemburgo, porém, Dubeux negou que a derrota desta quinta-feira foi a razão para a demissão. O experiente comandante estava no Sport desde o fim de maio e assumiu a equipe pouco antes da disputa da quarta rodada do Brasileirão. Desde então, ele obteve oito vitórias, sofreu 12 derrotas e acumulou sete empates.

Neste domingo, às 18 horas, novamente no Ilha do Retiro, o Sport enfrenta o Coritiba pela 31ª rodada da competição nacional. Já pela Sul-Americana, o confronto de volta das quartas de final com o Junior Barranquilla será na próxima quinta-feira, na Colômbia, onde o time pernambucano precisará marcar ao menos dois gols para ter alguma chance de seguir vivo na competição continental.