• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Felipão descarta renovar contrato e vai deixar o Guangzhou Evergrande

  • COMPARTILHE
Esportes

Felipão descarta renovar contrato e vai deixar o Guangzhou Evergrande

Em reunião com representantes do clube chinês, Felipão disse que o trabalho estava concluído. O técnico foi para o clube em 2015 e ainda não tem destino certo

São Paulo - O técnico Luiz Felipe Scolari vai deixar o comando do Guangzhou Evergrande depois de ficar cerca de dois anos e meio à frente do clube chinês com o encerramento do seu contrato no dia 30 de novembro. Ele já avisou a diretoria da equipe que não vai renovar seu vínculo.

Em reunião com representantes do clube chinês, Felipão disse que seu trabalho estava concluído. O técnico brasileiro foi para o clube de Guangzou em junho de 2015 e ainda não tem destino certo. Mas o treinador não voltará ao futebol brasileiro nesse momento. Sua disposição é fechar o ano com a família e tentar se recolocar no mercado fora do País.

Diante disso, não está descartada a possibilidade de o treinador assumir alguma seleção para a disputa da Copa do Mundo da Rússia, em 2018. Felipão esteve à frente de Portugal no Mundial de 2006 e do Brasil nas Copas de 2002 e de 2014.

No próximo domingo, o Guangzhou Evergrande pode conquistar seu terceiro título do Campeonato Chinês sob a batuta do brasileiro. Se conseguir dar mais uma volta olímpica, Felipão chegará a sete conquistas no clube: três ligas nacionais, duas Supercopas da China, uma Copa da China e mais uma Liga dos Campeões da Ásia.

O Guangzhou Evergrande lidera o Campeonato Chinês com 61 pontos e seis de vantagem para o Shanghai SIPG, dirigido pelo técnico português André Villas-Boas, a três rodadas do fim. No próximo domingo, o time de Felipão vai encarar o Guizhou Hengfeng Zhicheng, em casa, podendo ser campeão nacional antecipadamente.