• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Polícia aponta torcedores da Lazio que afixaram imagens de Anne Frank em estádio

  • COMPARTILHE
Esportes

Polícia aponta torcedores da Lazio que afixaram imagens de Anne Frank em estádio

A Federação Italiana de Futebol também abriu uma investigação sobre o incidente, o que poderia levar a Lazio a ser forçada a jogar partidas como mandante com os portões fechados

Roma - A polícia italiana identificou 20 torcedores da Lazio que afirma terem sido os responsáveis por afixar imagens de Anne Frank, jovem judia que morreu no Holocausto, em um setor do Estádio Olímpico vestindo a camiseta da Roma, o seu clube rival.

Para isso, a polícia usou imagens do sistema de vídeo em circuito fechado do estádio para encontrar os infratores. Treze desses torcedores estão sendo investigados por atos de discriminação racial "por colocar material antissemita com conteúdo ofensivo que poderia incitar o ódio racial".

Além disso, a polícia disse nesta sexta-feira que 13 torcedores foram proibidos de participarem de eventos esportivos na Itália, sendo 12 deles por cinco anos e um por oito anos porque essa pessoa já havia cumprido três punições anteriores desse tipo. A polícia disse que seis dos torcedores pertencem ao grupo de "ultras" denominado "Irriducibili" ("Intransigente", em uma tradução livre).

Iniciativa contra antissemitismo

Um trecho do "Diário de Frank" foi lido antes de todos os jogos do Campeonato Italiano disputados neste meio de semana como parte de uma série de iniciativas para condenar os atos de antissemitismo e para manter vivas as lembranças do Holocausto.

Torcedores de ultradireita da Lazio associam os rivais da Roma como sendo de esquerda e judeus, e realizavam o ato como uma provocação no estádio que os clubes compartilham - os adesivos antissemitas foram encontrados durante uma limpeza do local na última segunda-feira.

A Federação Italiana de Futebol também abriu uma investigação sobre o incidente, o que poderia levar a Lazio a ser forçada a jogar partidas como mandante com os portões fechados, ainda mais que esse foi o último de uma série de incidentes racistas e antissemitas envolvendo torcedores da Lazio.