• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Retorno de Borja e gols de Deyverson acirram disputa no Palmeiras

  • COMPARTILHE
Esportes

Retorno de Borja e gols de Deyverson acirram disputa no Palmeiras

Apesar da concorrência, os dois companheiros de times se dão bem. Deyverson e Borja trocaram mensagens nos últimos dias para se cumprimentarem e falarem sobre os gols marcados

São Paulo - O Palmeiras tem para os três jogos finais da temporada uma situação incomum. Após passar a temporada com alternâncias entre os centroavantes e em dúvida sobre se tinha valido a pena investir mais de R$ 50 milhões em Borja e Deyverson, o clube conta agora com os dois em boa fase e com gols nas últimas partidas. Pela primeira vez no ano, eles estão em alta na disputa pela titularidade.

Sob o comando de Alberto Valentim, o colombiano Borja evoluiu e fez gols contra Ponte Preta e Cruzeiro. O atacante havia virado dono da posição quando precisou se apresentar à seleção do seu país para amistosos e abriu brecha para Deyverson atuar. O substituto marcou quatro vezes nos dois últimos jogos e colocou uma dúvida para o treinador resolver para as próximas partidas.

"Quanto mais acirrada tiver essa disputa entre os onze, é melhor para o Palmeiras. Dor de cabeça boa. Quero todos que estão à disposição treinando", disse o treinador nesta quinta-feira, depois da vitória por 5 a 1 sobre o Sport, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro. Borja já está de volta ao Brasil e não foi relacionado pois precisava descansar depois de fazer uma longa viagem de volta da China.

O atacante, assim como o compatriota Yerry Mina, estarão de volta para a partida com o Avaí, na segunda-feira, em Florianópolis. A presença dele abre uma grande dúvida no ataque, setor que passou a temporada sob críticas da torcida pela dificuldade em achar um substituto para Gabriel Jesus. O colombiano Borja começou o ano como favorito, até perder espaço em julho para Deyverson, contratado sob a indicação do então técnico Cuca.

"O Deyverson tem nos ajudado bastante, fez dois gols. Perdeu um gol na cara, mas isso acontece com os atacantes. Ele está de parabéns, foi guerreiro, não se abateu. As oportunidades surgem, foi o que aconteceu com ele", disse Valentim, que nas últimas semanas fez um trabalho individualizado e atento para desenvolver o futebol de Borja. O colombiano sofria com a adaptação ao futebol brasileiro.

Apesar da concorrência, os dois companheiros de times se dão bem. Deyverson e Borja trocaram mensagens nos últimos dias para se cumprimentarem e falarem sobre os gols marcados. Enquanto um balançava as redes pelo Palmeiras, o outro marcou dois gols em amistoso pela seleção colombiana contra a China, na terça-feira.