• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Associação de famílias de vítimas da Chapecoense assinará protocolo de intenções

  • COMPARTILHE
Esportes

Associação de famílias de vítimas da Chapecoense assinará protocolo de intenções

O encontro de representantes da AFAV-C com a diretoria da Chape ocorrerá também depois de a Arena Condá ter recebido o jogo beneficente dos Amigos da Associação Brasileira das Vítimas do Acidente com a Chapecoense (Abravic)

Chapecó - Representantes da Associação dos Familiares e Amigos das Vítimas do Voo da Chapecoense (AFAV-C) vão assinar nesta quarta-feira um protocolo de intenções com o clube, em Chapecó, em um novo desdobramento do trágico acidente aéreo que matou quase todos os jogadores do time no ano passado, na Colômbia, quando a equipe chegava em Medellín para a disputa do duelo de ida da final da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional.

"O documento foi amplamente discutido nos últimos meses e reúne tópicos e ações que, a partir de agora, serão parametrizados", prometeu o clube, por meio de comunicado divulgado nesta terça-feira, quando também destacou que a assinatura do documento será "mais um importante passo para fortalecer o bom relacionamento com os familiares das vítimas do acidente na Colômbia".

O encontro de representantes da AFAV-C com a diretoria da Chapecoense ocorrerá também depois de a Arena Condá ter recebido, na noite da última sexta-feira, em Chapecó, o jogo beneficente dos Amigos da Associação Brasileira das Vítimas do Acidente com a Chapecoense (Abravic), promovido para arrecadar fundos para os familiares das vítimas.

O amistoso contou com belas homenagens e foi marcado principalmente pelo retorno do zagueiro Neto aos gramados. Um dos sobreviventes daquele acidente, o defensor disputou pela primeira vez uma partida de futebol após longa e sofrida recuperação.

O lateral Alan Ruschel e o ex-goleiro Jackson Follmann, outros dois sobreviventes daquele acidente, também estiveram presentes no jogo beneficente, sendo que o segundo deles atuou com a ajuda de uma prótese, que ele usa no lugar de parte de sua perna direita, amputada em decorrência dos graves ferimentos do acidente aéreo.

Antes da realização da partida, uma cerimônia marcou também a inauguração de uma fonte que ganhou o nome de Daví Barela Dávi, em homenagem ao conselheiro que foi uma das vítimas do acidente aéreo de 2016. Na fonte, construída do lado da Arena Condá, os nomes de todas as 71 vítimas fatais da queda do avião da Chapecoense foram inscritos como recordação também como forma de homenagear estas pessoas.

Ao comentar a assinatura do protocolo de intenções da AFAV-C com o clube, o advogado do Chapecoense, Thiago Degasperin, exaltou a importância deste compromisso entre as partes que será firmado de forma oficial nesta quarta-feira.

"Para o clube, este protocolo de intenções possui muitos significados, e decorre do esforço constante e incansável da AFAV-C na busca por transparência e maior união pela defesa dos interesses e dos direitos de todas as famílias. Este valioso instrumento amplia o diálogo entre o clube e a AFAV-C, abrindo caminhos para novos projetos em conjunto, que favorecerão a todas as famílias das vítimas brasileiras", enfatizou, por meio do comunicado divulgado nesta terça.