• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Clayton sofre grave lesão em treino do Atlético-MG e pode passar por cirurgia

  • COMPARTILHE
Esportes

Clayton sofre grave lesão em treino do Atlético-MG e pode passar por cirurgia

O atacante torceu o joelho esquerdo durante a atividade e foi diagnosticado com um problema no ligamento cruzado anterior

Belo Horizonte - No penúltimo treino do Atlético-MG em 2017, Clayton sofreu uma grave lesão nesta sexta-feira. O atacante torceu o joelho esquerdo durante a atividade e foi diagnosticado com um problema no ligamento cruzado anterior, que pode fazê-lo ser submetido a cirurgia e vai afastá-lo dos gramados por um longo período.

O Atlético-MG ainda não definiu a previsão de afastamento de Clayton, mas a lesão encerra um ano para ser esquecido para o jogador. Afinal, entre as passagens pelo clube mineiro e pelo Corinthians, o atacante decepcionou, sofreu com a falta de espaço e não correspondeu à expectativa gerada por suas atuações no Figueirense.

Sem Clayton, o Atlético-MG entra em campo no domingo diante do Grêmio, no Independência, precisando da vitória para seguir sonhando com uma vaga na Libertadores do ano que vem. Por isso, o técnico Oswaldo de Oliveira cobrou concentração de seus comandados.

"Não podemos desviar nossa atenção. É um jogo que tem um envolvimento muito grande. Temos consciência de que não dependemos só de nós, mas, usando o jargão, temos que cumprir com a nossa parte, precisamos vencer a partida. Por outro lado, sabemos que o Grêmio, com o título da Libertadores, provavelmente não venha com o time principal, a gente não tem ideia de que vem", disse.

Além de Clayton, Oswaldo não poderá contar com Marcos Rocha, suspenso, e Yago. O volante não treinou durante a semana por causa de uma virose e foi descartado, Assim, o Atlético-MG deve atuar com: Victor; Bremer, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Elias, Otero, Robinho e Valdívia; Fred.

CARLINHOS NEVES - A sexta-feira também marcou a despedida do preparador físico Carlinhos Neves. Após 430 jogos no Atlético-MG em três passagens pelo clube, ele anunciou seu afastamento do futebol para o ano que vem para descansar e passar mais tempo com a família.

"Algumas decisões são difíceis de se tomar, principalmente em um clube como o Atlético, que tem uma estrutura de expressão nacional e mundial muito grande. Tenho muito orgulho de fazer parte dessa estrutura e ter participado, ao lado de muita gente, dessa elevação de patamar do clube, de 2011 para cá", afirmou.