• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Jean é oficializado pelo São Paulo e diz viver melhor momento da carreira

  • COMPARTILHE
Esportes

Jean é oficializado pelo São Paulo e diz viver melhor momento da carreira

O atleta de 22 anos chega ao São Paulo depois de uma longa negociação

O São Paulo confirmou na noite desta sexta-feira a contratação do goleiro Jean, que estava no Bahia. O atleta assinou contrato de cinco temporadas e, na equipe de Dorival Junior, disputará o posto de titular com Sidão, que terminou a temporada 2017 em alta. O valor da negociação gira em torno de R$ 9 milhões por 70% dos direitos econômicos do atleta. O time baiano deve ficar ainda com o meia Régis em definitivo.

O São Paulo tem 45% dos direitos econômicos de Régis e irá adquirir os outros 40% que pertencem ao Sport, com quem o São Paulo negociou transferência em 2014 e que emprestou o atleta ao clube de Salvador em 2016. No acordo que envolve a compra de Jean, o São Paulo repassará parte da porcentagem total de Régis ao Bahia, além dos direitos federativos (para que o atleta possa defender o time de Salvador em campo).

"No Bahia, atuei nos 38 jogos do Brasileiro, joguei bem, e fico muito feliz com meu desempenho pessoal", avaliou Jean. "É o melhor momento da minha carreira e espero continuar bem para ajudar o São Paulo. É um sonho de criança jogar aqui. Todo atleta pensa em jogar em grandes clubes e agora espero dar o retorno ao clube."

O atleta elogiou Sidão e exaltou o ídolo tricolor Rogério Ceni, em quem diz ter se inspirado. "O Rogério é um cara que eu acompanhei muito e que me motivou. É uma referência para mim. Quanto ao Sidão, tive oportunidade de falar com ele (no duelo entre São Paulo e Bahia na última rodada do Brasileirão). É uma grande pessoa, fez um belo campeonato e eu chego para ajudar, para somar."

O atleta de 22 anos chega ao São Paulo depois de uma longa negociação, que teve imprevistos por causa de mudanças administrativas tanto no time paulista quanto no Bahia. No Morumbi, Vinicius Pinotti conduzia as negociações até deixar o cargo de diretor executivo de futebol, que Raí assumiu. Da parte baiana, o presidente do clube era Marcelo SantAnna quando as negociações começaram. Ele foi sucedido por Guilherme Bellintani, que concluiu o negócio em questão de dias.