• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Lanterna do Inglês, Swansea anuncia contratação de técnico português

  • COMPARTILHE
Esportes

Lanterna do Inglês, Swansea anuncia contratação de técnico português

O time do País de Gales anunciou nesta quinta-feira a contratação do português Carlos Carvalhal, que recentemente deixou o comando do Sheffield Wednesday

Swansea - Lanterna do Campeonato Inglês, o Swansea definiu o nome do seu novo técnico para tentar reagir na competição. O time do País de Gales anunciou nesta quinta-feira a contratação do português Carlos Carvalhal, que recentemente deixou o comando do Sheffield Wednesday, que está na segunda divisão do futebol da Inglaterra.

O Swansea explicou que o clube firmou um contrato com Carvalho apenas até o final da temporada 2017/2018. Porém, o acordo com o time do Sul do País de Gales possui uma cláusula que permite a ampliação do vínculo com o treinador português de 52 anos.

Ex-jogador, Carvalhal vai suceder Paul Clement, que foi demitido pela diretoria do Swansea na semana passada - o time, então, vinha sendo comandado interinamente por Leon Britton.

A passagem pelo Sheffield Wednesday foi a única anterior do treinador por um clube do futebol inglês. Mas ele possui larga experiência em times de Portugal e da Turquia, com destaque para os seus trabalhos à frente do Sporting Lisboa e do Besiktas.

Com 20 jogos disputados, o Swansea está na lanterna do Campeonato Inglês com 13 pontos, a cinco da primeira equipe fora da zona de rebaixamento. Sob o comando de Carvalhal, o time galês tentará iniciar uma reação a partir do duelo do próximo sábado com o Watford, fora de casa.

Em seu último compromisso, na terça-feira, o time foi goleado por 5 a 0 pelo Liverpool. "A passagem de Carlos pelo Sheffield Wednesday, que incluiu a obtenção de duas classificações consecutivas para os playoffs (da segunda divisão inglesa), mostrou que ele tem um grande caráter e personalidade para liderar o time, o que é vital em um momento tão crucial", disse o presidente do Swansea, Huw Jenkins.