• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Manchester City vence United fora de casa e abre 11 pontos de vantagem no Inglês

  • COMPARTILHE
Esportes

Manchester City vence United fora de casa e abre 11 pontos de vantagem no Inglês

David Silva e Otamendi marcaram para a equipe visitante, que contou com a presença de Gabriel Jesus entre os titulares

O Manchester City deu mais um importante passo rumo ao título do Campeonato Inglês. Apesar de estar ainda no primeiro turno, na 16ª rodada, o time do técnico Guardiola derrotou neste domingo o Manchester United por 2 a 1, em pleno Old Trafford, e abriu 11 pontos de vantagem na liderança da competição.

Sob neve na casa do adversário, David Silva e Otamendi marcaram para a equipe visitante, que contou com a presença de Gabriel Jesus entre os titulares. O atacante brasileiro atuou no lugar de Agüero, que ficou no banco, mas teve atuação discreta e foi substituído no início do segundo tempo.

O destaque brasileiro na partida ficou por conta do goleiro Ederson. Ele pegou dois chutes à queima-roupa na sequência quando a partida já estava 2 a 1, a dez minutos do final. Está certo que a primeira batida, de Lukaku, ele nem viu a bola bater em seu rosto. Mas na sequência pegou uma bola de Mata no reflexo.

O City foi a 46 pontos, com uma campanha impressionante de 15 vitórias e um empate. O United continua na segunda colocação, com 35. A equipe de Guardiola volta a campo na próxima quarta-feira, quando visitará o Swansea City, penúltimo na tabela de classificação. O United, do técnico José Mourinho, joga no mesmo dia, contra o Bournemouth, em casa.

O JOGO - Apesar de jogar fora de casa, o City dominou o primeiro tempo e pressionou o adversário desde o início. Gabriel Jesus teve uma boa chance de abrir o marcador logo aos 16. Ele recebeu lançamento de Fernandinho, deixou Rojo para trás, mas bateu fraco para tranquila defesa de De Gea.

O gol, no entanto, foi sair somente aos 42 minutos. Sané recebeu cruzamento na segunda trave e bateu firme. O goleiro do United espalmou para escanteio. De Bruyne cobrou da direita, Otamendi desviou e a bola sobrou para David Silva mandar para as redes.

O gol parece ter acordado o time da casa, que foi ao ataque e deixou tudo igual na sequência, aos 46, com uma dupla falha da zaga do City. Rojo lançou da esquerda, Delph falhou na marcação, Kompany errou o domínio e a bola sobrou para Rashford. Ele bateu cruzado e deixou a partida em 1 a 1.

O City voltou com a mesma postura na etapa final e ficou novamente na frente do placar logo aos oito minutos. David Silva cobrou falta da esquerda, Lukaku afastou mal, a bola bateu em Smalling no meio da área e caiu nos pés de Otamendi, que bateu para as redes.

Desta vez, o time visitante conseguiu manter a posse de bola e não vacilou em seguida. Fernandinho até furou uma bola, mas Lukaku estava muito longe e bateu cruzado para fora. O atacante belga ainda teve outra grande chance para deixar tudo igual, aos 35. Após cruzamento da esquerda, ele chutou à queima roupa e a bola bateu no rosto do goleiro Ederson. Na sobra, Mata chutou e o goleiro brasileiro fez grande defesa.

Nos minutos finais, o City ainda quase ampliou no contra-ataque com Bernardo Silva, que demorou para chutar e facilitou para De Gea, que fez a defesa, mas não evitou mais uma vitória do rival.