• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Meta da direção do São Paulo para 2018 será manter ingressos a preço baixo

  • COMPARTILHE
Esportes

Meta da direção do São Paulo para 2018 será manter ingressos a preço baixo

No Campeonato Brasileiro deste ano, o time conseguiu registrar os cinco maiores públicos do torneio e o atrativo do preço baixo é apontado como um dos principais motivos para os torcedores que deram grande apoio

São Paulo - O São Paulo quer manter em 2018 uma estratégia que deu certo nesta temporada: os ingressos a preços populares nos jogos como mandante. No Campeonato Brasileiro deste ano, o time conseguiu registrar os cinco maiores públicos do torneio e o atrativo do preço baixo é apontado como um dos principais motivos para os torcedores que deram grande apoio, mesmo nas situações mais complicadas.

"O impacto da torcida nas finanças do São Paulo foi grande", explicou o diretor executivo financeiro do clube, Elias Barquete Albarello. "E os preços populares foram bons para o torcedor, mas também para o clube. Devemos manter esses preços em 2018, com poucas alterações em determinados jogos, mas a tendência é manter".

O São Paulo lucrou R$ 10,6 milhões em 19 jogos como mandante nesta edição do Brasileirão, de acordo com os boletins financeiros das partidas. Nos cinco confrontos de maior público (contra Grêmio, Coritiba, Cruzeiro, Corinthians e Bahia, todos realizados no estádio do Morumbi), somou quase R$ 5,3 milhões, superando toda a renda líquida do Brasileirão em 2016, que foi de R$ 4,5 milhões.

O São Paulo estuda formas de superar essas marcas em 2018. "Planejamos ações para melhorar a experiência do torcedor em sua ida aos jogos no Morumbi. Em termos de marketing, o último jogo do ano, contra o Bahia, foi um exemplo disso", explicou Elias Barquete Albarello. No último dia 3, os presentes no estádio para a despedida da equipe puderam conhecer uma exibição de troféus e camisas do clube e participar de um quiz interativo sobre a história do São Paulo. Um estúdio móvel de tatuagens foi montado para o dia da partida, que ainda teve uma série de novos produtos sendo comercializados para os torcedores. "Isso tudo faz com que o torcedor se aproxime ainda mais do time".

O São Paulo vive uma indefinição em seu departamento de marketing. Com a ida de Raí para o futebol, o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, terá de indicar um novo membro para o Conselho de Administração. O principal cotado é Márcio Aith, que atualmente responde pelo marketing tricolor.

Sem Márcio Aith, um nome já surge como favorito para substituí-lo: Fernando Fleury. PhD em marketing esportivo com estudos sobre comportamento do torcedor e relação com patrocinadores, Fleury já foi sondado pelo clube, mas ainda não houve uma proposta oficial.