• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Chuva forte coloca SP em estado de atenção

  • COMPARTILHE
Geral

Chuva forte coloca SP em estado de atenção

A forte chuva que atinge a capital paulista no período da tarde desta terça-feira, 20, deixou a cidade em estado de atenção para alagamentos. De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), há alertas de alagamento para a zona oeste, sudeste, norte, centro e também nas Marginais do Tietê e do Pinheiros. Importantes avenidas, como a 9 de Julho, a Rebouças e a 23 de Maio estão interditadas.

Segundo a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), alagamentos interromperam a circulação de trens da Linha 8-Diamante, entre as Estações Palmeiras-Barra Funda e Lapa.

Passageiros na região aguardam a chegada de ônibus. No Metrô, a Linha 3-Vermelha, a mais movimentada do sistema, opera com velocidade reduzida e maior tempo de parada nas estações.

De acordo com entrevista do capitão Marcos Palumbo, do Corpo de Bombeiros, ao canal de TV GloboNews, houve ao menos 33 ocorrências envolvendo queda de árvores na capital paulista.

Conforme o CGE, as próximas horas seguem com tempo instável, com chuvas atuando em outros bairros, com potencial para formação de alagamentos, rajadas de vento e eventual queda de granizo.

De acordo com informações da meteorologista Josélia Pegorin, do Climatempo, a chuva intensa foi causada pela presença de nuvens carregadas em vários locais do Estado e na capital, que trouxeram o temporal para a primeira tarde de outono de 2018.

"Temos uma frente fria, que chegou ao litoral de São Paulo, e o foi um dia quente, além da grande disponibilidade de umidade no ar", explica Pegorin.

Por ser uma estação de "transição", o outono deve ter uma redução gradativa da umidade e da temperatura na maioria dos Estados, mas a mudança pode levar algumas semanas. "A atmosfera leva um tempo para se adaptar à estação."

Interdição

Por causa da chuva, as Avenidas 23 de Maio e 9 de Julho estão totalmente interditadas, no sentido do Aeroporto de Congonhas, perto do Viaduto Euclides Figueiredo, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). A Avenida Rebouças também está interditada, em ambos os sentidos, na altura da Avenida Brasil.

O Túnel Anhangabaú, no sentido do aeroporto, na região da Praça da Bandeira, e o Túnel Max Feffer, no sentido bairro, também estão bloqueados. Motoristas devem evitar a região.

A Rua Antônio Munhoz Bonilha está bloqueada, em ambos os sentidos, perto da Avenida Nossa Senhora do Ó.

Já a Avenida Francisco Matarazzo, na zona oeste, também está com alagamento intransitável, nas proximidades da Avenida Pompeia.

A Avenida Rubem Berta está interditada, em ambos os sentidos, perto do Viaduto Onze de Junho. As informações são da CET.