• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Inteligência e polícia da Espanha podem ter colaborado para deter Puigdemont

  • COMPARTILHE
Geral

Inteligência e polícia da Espanha podem ter colaborado para deter Puigdemont

O Centro Nacional de Inteligência (CNI) e agentes da polícia espanhola colaboraram com a polícia alemã para deter o ex-líder da Catalunha Carles Puigdemont, afirmou um oficial espanhol à Associated Press sob condição de anonimato.

O episódio ocorre após um juiz do Tribunal Supremo da Espanha ter expedido, na sexta-feira passada, uma ordem de prisão internacional para Puigdemont e outros cinco líderes do movimento separatista catalão.

Puigdemont foi detido nesta manhã pela polícia alemã enquanto retornava da Finlândia à Bélgica, país onde havia se autoexilado desde outubro do ano passado, após ter organizado o referendo sobre a independência da Catalunha.

Um procurador estatal da Espanha disse que está em contato com os alemães para levar adiante o pedido de extradição do ex-líder separatista para a Espanha, onde ele enfrenta acusações de rebelião que poderão colocá-lo na prisão por até 30 anos.

De acordo com a agência de notícias alemã DPA, Puigdemont foi levado a uma prisão na cidade de Neumuenster, no norte do país.

A notícia levou grupos tanto favoráveis quanto contrários à secessão catalã a convocar manifestações para a tarde de hoje em Barcelona. A Assembleia Nacional Catalã organizará uma marcha da sede da Comissão Europeia até o consulado da Alemanha, enquanto os grupos pró-Espanha irão se reunir no escritório do governo regional da Catalunha. Fonte: Associated Press.