• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Mais de 400 carretas acima do peso são flagradas pela PRF no ES

  • COMPARTILHE
Geral

Mais de 400 carretas acima do peso são flagradas pela PRF no ES

Há uma novidade tecnológica que será instalada em rodovias para pesar os caminhões e carretas que carregam rochas sem que seja necessário que a PRF pare esses veículos

Em 2017, 420 carretas que circulavam por rodovias federais que passam pelo Espírito Santo foram flagradas com excesso de peso.

Além do acidente que provocou a morte de 23 pessoas, na BR 101, em Guarapari, também teve outro, que deixou onze pessoas mortas, entre elas integrantes de um grupo de dança de Domingos Martins. Os dois foram provocados por veículos com excesso de peso.

A partir de agora, o Detran, DER, DNIT, Polícia Rodoviária Federal (PRF), e outros órgãos se uniram para encontrar soluções e evitar que acidentes como estes voltem a acontecer.

O diretor geral do Detran, Romeu Scheibe Neto, esteve no programa Fala Manhã nesta quinta-feira (22), para falar sobre o assunto. "É um grande desafio colocar inteligência nesse projeto. É um jogo de 'gato e rato'. Você tem uma prática de transporte com sobrepeso, que é absolutamente danoso não só para o pavimento das rodovias mas também para a concorrência do setor. Nós não conseguimos diante do aparelho que temos de fiscalização está em todos os locais ao mesmo tempo coibindo essa prática", disse. 

Scheibe disse que há uma novidade tecnológica que será instalada em rodovias para pesar os caminhões e carretas que carregam rochas sem que seja necessário que a PRF pare esses carros. "É necessário colocar a inteligência. O que nós estamos propondo é um grupo de trabalho coordenado pelo Ministério Público do Espírito Santo com envolvimento de diversos setores do governo e instituições. O próprio setor de rochas e transporte está presente conosco e discutindo essas alternativas. Co isso, o Detran propõe a instalação e a criação de um programa voluntário de monitoramento logístico do setor de rocha ornamental, e a criação de um observatório de veículos e de informações, que consiste na instalação de uma cerca eletrônica, radares de pesagem, para conseguirmos estar eletronicamente nesses pontos da malha rodoviária. Ela sendo municipal, estadual ou federal, estaremos monitorando". 

Justiça nega soltura de donos de empresa responsável por carreta que causou tragédia na BR 101

A justiça negou o pedido de liberdade para os donos da carreta envolvida na tragédia que provocou a morte de 23 pessoas, na BR 101, em Guarapari. O acidente foi em junho de 2017.

A Segunda Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Espírito Santo negou pedido liminar em habeas corpus preventivo e manteve a prisão dos irmãos Jacymar e Leocir Pretti, donos da Jamarle Transportes, empresa responsável pela carreta envolvida no acidente que deixou 23 mortos na BR-101, em Guarapari, em junho de 2017. Segundo a polícia, o veículo tinha uma série de irregularidades.

De acordo com a Secretaria de Justiça, os irmãos estão no Centro de Detenção Provisória de Guarapari. O advogado dos empresários disse que entrou com um novo pedido de habeas corpus. Dsta vez no Superior Tribunal de Justiça (STJ). A expectativa da defesa é que o julgamento do habeas corpus no TJ ocorra em duas ou até três semanas.