• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Mesmo em estado grave, soldado baleado na cabeça responde bem aos medicamentos

  • COMPARTILHE
Geral

Mesmo em estado grave, soldado baleado na cabeça responde bem aos medicamentos

A família contou que ele passou por uma cirurgia no dia que foi baleado e está sedado

O soldado da Polícia Militar Afonso Muller Costa de Mello, de 25 anos, continua hospitalizado em estado gravíssimo no Hospital São Lucas, em Vitória. Segundo informações de amigos do soldado, ele está respondendo bem aos medicamentos.

Os amigos disseram que o policial militar passou apenas por uma cirurgia no dia que foi baleado, depois do procedimento ele segue sedado. A mãe dele, através das redes sociais, informou sobre o estado de saúde dele.

Nas mensagens ela agradece as orações e doações de sangue. "Peço que não parem, pois com certeza a fé de todos é fundamental para ele nesse momento", destacou. 

Em outra parte da mensagem a mãe disse que está triste com as notícias que estão espalhando sobre o filho dela. Ela completou informando que Afonso segue sedado, por no mínimo cinco dias, para que o cérebro repouse e volte ao normal, pois está inchado. "Ele não vai passar por nenhuma cirurgia até passar o risco de morte, pois o estado de saúde dele é grave", afirmou.

A mãe do PM também ressaltou que vai passar informações sobre o filho pelas redes sociais todos os dias no final da tarde. Finalizou escrevendo que a família agradece o carinho recebido de todos. O soldado Mello foi baleado quando saía de uma academia junto com um amigo. Um adolescente de 15 anos, sem dizer nada, chegou e disparou contra o PM. 

Sargento baleado

Outro caso de repercussão na Grande Vitória foi o do sargento reformado da PM, Lucimar Schultz. Amigos do sargento contaram que ele está acordado, tranquilo e consciente de tudo que aconteceu com ele. 

A vítima, que tem 56 anos, foi baleada na região torácica, após reagir a uma tentativa de assalto. Dois criminosos teriam abordado o sargento. Depois do disparo ele foi encaminhado ao Hospital São Lucas, onde foi submetido a uma cirurgia e permanece em observação.