• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Ministério Público de Contas vai investigar faixa exclusiva para ônibus implantada em Vitória

  • COMPARTILHE
Geral

Ministério Público de Contas vai investigar faixa exclusiva para ônibus implantada em Vitória

Segunda a portaria do MPC, o prefeito de Vitória tem 10 dias para apresentar o Plano de Mobilidade Urbana do município, além de documentos que justifiquem a implantação da via

Na tarde desta segunda-feira (19), o Ministério Público de Contas (MPC-ES) anunciou que vai investigar os transtornos causados no trânsito da capital, em razão da implantação da faixa exclusiva para ônibus na avenida Dante Michelini, chamada de Linha Verde.

Segunda a portaria do MPC, o prefeito de Vitória, Luciano Rezende, tem 10 dias para apresentar o Plano de Mobilidade Urbana do município, além de documentos que justifiquem a implantação da via. O prefeito deve comprovar ainda que linha verde está de acordo com as leis de trânsito brasileiras. 

A portaria cita ainda o recebimento de diversas manifestações referentes a transtornos no trânsito da capital decorrentes da implantação de faixa exclusiva para ônibus na avenida Dante Michelini, sob a alegação de comprometimento da mobilidade urbana do município.

Outro lado

Por meio de nota, a Prefeitura de Vitória informou que recebeu três questionamentos técnicos do Ministério Público de Contas (MPC) e fará a explanação como sempre fez, esclarecendo todos os questionamentos dos órgãos de controle.

O secretário de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana de Vitória, Tyago Hoffman, informou a avenida Dante Michelini é um eixo estruturante da cidade que envolve toda a Região Metropolitana da Grande Vitória e que a Linha Verde é uma discussão que se dá em toda a cidade. O secretário salientou também que o Conselho Popular de Vitória (CPV), que reúne mais de 100 associações e entidades de bairro da Capital, divulgou uma carta aberta em favor da Linha Verde, e disse também que o CPV está com uma pesquisa na internet sobre o projeto.

Suspensão

Após a implantação da Linha Verde em Vitória, as associações de três bairros enviaram um ofício à Prefeitura de Vitória, pedindo a suspensão da faixa exclusiva para ônibus na avenida Dante Michelini. Na solicitação enviada nesta segunda-feira (20), moradores do bairro Jardim Camburi, República e Mata da Praia listaram sete problemas no sistema, inaugurado no último dia 12. 

O presidente da Associação de Moradores de Jardim Camburi informou que, no ofício, é pedido uma reunião com o prefeito Luciano Rezende, e com o secretário de Transporte de Vitória, Tyago Hoffman. Os moradores pedem que a Linha Verde seja suspensa até que a administração municipal converse com os moradores e apresente estudos concretos sobre a viabilidade da faixa.