• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Otan diz que expulsões de diplomatas mostram que conduta da Rússia 'tem custos'

  • COMPARTILHE
Geral

Otan diz que expulsões de diplomatas mostram que conduta da Rússia 'tem custos'

O secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), Jens Stoltenverg, disse que as várias expulsões de diplomatas russos por membros da aliança mostram a Moscou que o comportamento do governo da Rússia desde a anexação da Península da Crimeia "tem custos". Stoltenberg anunciou a expulsão de sete funcionários russos da missão da aliança e a rejeição de mais três credenciamentos, reduzindo a mão de obra diplomática da Rússia de 30 para 20 pessoas na aliança.

"Eu realmente acho que a Rússia subestimou a união dos aliados da Otan", disse Stoltenberg. Desde a anexação da Crimeia em 2014, o secretário-geral da organização disse que a Otan construiu sua presença militar, aumentou os gastos com defesa e impôs sanções econômicas contra a Rússia, agravada pela ação diplomática desde o ataque contra um ex-espião russo no Reino Unido por meio de um agente químico nervoso. Os britânicos culpam Moscou, que negou qualquer envolvimento com o incidente.

Stoltenberg também comentou que "continuaremos a trabalhar por um diálogo significativo com a Rússia", mas ressaltou que a medida tomada pela Otan nesta terça-feira irá "enviar uma mensagem muito clara à Rússia de que as ações de Moscou têm consequências".

Também nesta terça-feira, o ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, afirmou que as expulsões de diplomatas russas na esteira do envenenamento de um ex-espião no Reino Unido seguiram a "chantagem" promovida pelos Estados Unidos. Lavrov disse, em uma viagem ao Usbequistão, que os EUA aplicaram "pressão colossal e chantagem colossal, que se tornaram o principal instrumento de Washington na arena internacional".

De acordo com Lavrov, Moscou irá retaliar as expulsões. "Não se pode tolerar essa grosseria", afirmou. Os EUA, a Otan, Austrália, Canadá e 16 países da União Europeia anunciaram a expulsão de mais de 130 diplomatas russos em resposta ao ataque em Salisbury. Fonte: Associated Press.