• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Parece que os russos estão por trás de envenenamento de espião, diz Trump

  • COMPARTILHE
Geral

Parece que os russos estão por trás de envenenamento de espião, diz Trump

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta quinta-feira que acredita que a Rússia esteja por trás do envenenamento do ex-espião Sergei Skripal em solo britânico.

Em declaração na Casa Branca ao lado do primeiro-ministro da Irlanda, Leo Varadkar, Trump reforçou a tese de que o escândalo envolvendo Skripal foi arquitetado pelos russos e que o acontecimento foi algo que "não deveria nunca acontecer".

O breve depoimento aconteceu logo após o Departamento do Tesouro anunciar novas sanções contra empresas e indivíduos russos por interferência nas eleições presidenciais de 2016.

Mais cedo nesta quinta-feira, os EUA, o Reino Unido, a França e a Alemanha publicaram um comunicado conjunto condenando o envenenamento de Skripal e enfatizando o aumento das preocupações por causa de um padrão "irresponsável" do comportamento russo já visto anteriormente.

Ontem, a premiê britânica, Theresa May, anunciou a expulsão de 23 diplomatas russos em resposta ao envenenamento de Skripal.

No dia 4 de março, Serguei Skripal e sua filha, Yulia, foram encontrados em estado catatônico em um banco de um centro comercial na cidade de Salisbury, no sul da Inglaterra. Eles foram contaminados por "uma substância suspeita e desconhecida".

Skripal trabalhou até 1999 no serviço de inteligência do Exército russo e chegou a coronel e chegou a ficar mais quatro anos no Ministério das Relações Exteriores. Em 2004, foi detido e acusado de traição por repassar informações sobre agentes secretos russos que trabalhavam na Europa para o serviço de inteligência britânico. (Flavia Alemi - [email protected])