• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

UE pede que Rússia coopere com investigações sobre envenenamento de espião

  • COMPARTILHE
Geral

UE pede que Rússia coopere com investigações sobre envenenamento de espião

A União Europeia pediu nesta segunda-feira que o governo russo coopere com as investigações sobre o envenenamento do agente duplo Sergei Skripal, ocorrido em solo britânico. Em comunicado emitido durante uma reunião de ministros do Exterior em Bruxelas, o bloco expressou "solidariedade incondicional" ao Reino Unido em seu embate diplomático com a Rússia.

As autoridades britânicas afirmam que o envenenamento de Skripal foi uma tentativa de assassinato. Ele é um agente duplo russo que trabalhava para o Reino Unido e depois se mudou para a Inglaterra num programa de troca de espiões. EUA, França e Alemanha endossaram as acusações britânicas e culpam Moscou pelo ataque.

Enquanto os líderes desses países apontam que não há alternativa plausível além da responsabilidade da Rússia pelo incidente, os ministros da UE disseram apenas que eles levam "extremamente a sério" a acusação dos britânicos sobre o envolvimento russo.

"A União pede que a Rússia lide urgentemente com as questões levantadas pelo Reino Unido e pela comunidade internacional e providencie imediatamente o fim do programa Novichok", disseram os ministros.

Novichok é um veneno dos tempos soviéticos que as autoridades britânicas dizem ter sido usado no ataque. Skripal e sua filha, Yulia, continuam em estado grave após serem encontrados desmaiados num banco de parque.

A Rússia nega qualquer envolvimento no caso e diz que não produz armas químicas desde 1992. Fonte: Dow Jones Newswires.