• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Vamos usar basicamente em tecnologia, diz Doria sobre verba para segurança

  • COMPARTILHE
Geral

Vamos usar basicamente em tecnologia, diz Doria sobre verba para segurança

O prefeito de São Paulo, João Doria, afirmou que a reunião com o presidente Michel Temer e com outros prefeitos para tratar da questão da segurança foi "muito positiva" e "construtiva" e confirmou que o presidente anunciou uma linha de financiamento do BNDES, de R$ 10 bilhões, para os municípios, conforme antecipou o Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado.

"O presidente Michel Temer anunciou e confirmou que o BNDES abriu uma linha específica e exclusiva para as capitais brasileiras de R$ 10 bilhões, há possibilidade de ao longo do ano esse valor ser elevado, mas no momento é o que está confirmado", disse Doria, que deixou a reunião antes para se reunir com a bancada de deputados tucanos. "Foi uma boa novidade, apresentada hoje", disse.

Doria não soube detalhar as condições do empréstimo do BNDES, mas disse que elas foram apresentadas pelo ministro Raul Jungmann (Segurança) em um documento. "Nós vamos usar basicamente em tecnologia. São Paulo está fazendo um esforço muito grande em monitoramento eletrônico", disse.

Segundo o prefeito, já há mais de 10 mil câmeras sendo instaladas gradualmente e a ideia é também ampliar a política de drones para melhorar o monitoramento. "onde foi implantado o monitoramento eletrônico com iluminação caiu 78% a incidência de crime", afirmou. O prefeito disse ainda ter a intenção de usar a verba para armamentos que possam ser aprimorados.

Doria afirmou também que "certamente haverá um critério proporcional" à população da capital para definir o uso do crédito do BNDES. O prefeito disse que os municípios terão que verificar as condições para poder pegar o financiamento e salientou que o BNDES seguirá seus critérios de avaliação para que municípios possam ter acesso ao crédito. "As condições de financiamento que o BNDES propõe são perfeitamente suportáveis pelos municípios, condições com baixa incidência de juros, prazo de carência", disse.

Segundo o prefeito, o presidente Temer concordou em fazer uma nova reunião com prefeitos para continuar tratando a questão da segurança pública. "Varias boas propostas foram apresentadas por prefeitos de capitais, o governo aceitou fazer uma reunião daqui a 15 dias, não só com os prefeitos, mas também com os agentes de segurança para levar adiante a pauta e construir um projeto de segurança integrado entre governos federais, estaduais e municipais", disse.