• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Coronavírus: conheça algumas medidas adotadas até agora pelo governo do ES e prefeituras da GV

CORONAVÍRUS

Geral

Coronavírus: conheça algumas medidas adotadas até agora pelo governo do ES e prefeituras da GV

As ações têm como objetivo basicamente evitar aglomerações de pessoas e, consequentemente, a disseminação da Covid-19 em solo capixaba

Foto: Divulgação

Uma verdadeira maratona de decretos e medidas de enfrentamento contra a pandemia do Novo Coronavírus tomou conta de gabinetes dos governos estadual e municipais no Espírito Santo nos últimos dias. As medidas têm como objetivo basicamente evitar aglomerações de pessoas e, consequentemente, a disseminação da Covid-19 em solo capixaba.

Uma das ações mais recentes do governo estadual é com relação às chamadas barreiras sanitárias no Espírito Santo, montadas nas BRs 101 e 262, nas divisas com o Rio de Janeiro, Minas Gerais e Bahia. Elas começaram a operar nesta quarta-feira (25), com o controle da entrada de turista e demais visitantes ao estado pelas estradas federais.

As equipes de fiscalização checam a temperatura e verificam possíveis sintomas de doenças respiratórias nas pessoas que entram no estado. Essas barreiras foram criadas por decreto do governo estadual. A medida foi anunciada na terça-feira (24), pelo governador Renato Casagrande.

Além disso, o Estado determinou a suspensão de aulas na rede pública de ensino, recomendação seguida também pela rede privada. Também foi determinado o fechamento do comércio considerado não essencial e de shoppings centers e academias, além da redução da frota de ônibus do Transcol.

Sobre a circulação dos ônibus na Grande Vitória, o Governo do Estado informou que houve uma queda de demanda em torno de 70%. No entanto, o próprio Executivo estadual detectou que algumas linhas continuam circulando cheias. Por causa disso, nos próximos dias, o governo promete reforçar as linhas de ônibus com maior demanda.

Outra medida relacionada ao transporte público é que, nos terminais da Grande Vitória, marcações no chão passaram a indicar aos passageiros que eles precisam ficar pelo menos a um metro e meio de distância uns dos outros.

Vitória

Para evitar a disseminação do Coronavírus em âmbito municipal, as prefeituras no Espírito Santo também anunciaram uma série de medidas e determinações. Em Vitória, um decreto recomenda um limite de acesso aos supermercados. Crianças menores de 12 anos estão proibidas de entrar nesses estabelecimentos. Já os idosos com 60 anos ou mais estão com atendimento restrito.

Ainda na capital, desde a última segunda-feira (23) estão suspensas as feiras livres, para evitar aglomerações, assim como as consultas médicas agendadas na rede municipal de saúde, que serão remarcadas em outro momento, segundo a prefeitura.

Entre as autorizações em Vitória, estão liberadas somente as clínicas de saúde, laboratórios, farmácias e os serviços delivery.

Cariacica

O cenário é semelhante em Cariacica. O prefeito Geraldo Luzia Júnior, o Juninho, cita algumas das medidas tomadas no município. 

"Nós fechamos as feiras inicialmente. Estamos aguardando os próximos acontecimentos, mas, em contrapartida, criamos um cadastro para os feirantes no site da prefeitura, onde eles conseguem vender para os clientes que acessam o nosso site. Nós orientamos aos supermercados que tomem algumas atitudes, dentre elas, além da faixa etária, de horário para atender o grupo prioritário, que está sendo preservado pelo Coronavírus, e também que coloquem pias nas entradas e saídas dos supermercados. Isso está sendo atendido. E agora a gente iniciou a limpeza de todas as vias com produtos, como cloro, para limpar as vias onde tem maior concentração de pessoas. Também colocamos para poder desinfetar as escolas que estão recebendo a vacinação, as unidades de saúde, PA e terminais", afirmou Juninho.

Juninho informou que, a partir desta quinta-feira (26), uma portaria no Diário Oficial do Município determina a manutenção de obras consideradas emergenciais na cidade. Outra medida anunciada pela prefeitura foi o afastamento dos servidores do grupo de risco.

Serra

A Prefeitura de Serra informou que está fornecendo cestas básicas e outros auxílios às famílias carentes do município. Além disso, as equipes da Secretaria de Serviços iniciaram, nesta quarta-feira (25), a pulverização de cloro nos locais com maior circulação de pessoas.

De acordo com a prefeitura, a Guarda Municipal e a Vigilância Sanitária estão nas ruas verificando se os estabelecimentos estão cumprindo a determinação de fechamento, assim como o Procon está de olho nos preços abusivos de álcool 70% e máscaras.

O prefeito Audifax Barcelos publicou decretos que estabelecem estratégias de saúde e determinam medidas para evitar a circulação maior do vírus. Segundo a prefeitura, esses decretos facilitam a aquisição de bens, serviços e insumos de saúde e contratações de profissionais da área.

Para estimular empresas a produzirem álcool 70% no município, a prefeitura está dispensando, neste momento, os estabelecimentos de emitirem licença municipal.

Outras medidas adotadas pela prefeitura foi o fechamento dos parques públicos, a suspensão de eventos e o fechamento, por 15 dias, de estabelecimentos como bares, shoppings e academias. Segundo o Município, todos os dias, o prefeito e os secretários se reúnem para avaliar cenários e outras medidas que podem ser tomadas.

Vila Velha

Em Vila Velha, a prefeitura também anunciou uma série de medidas para tentar conter o avanço do Coronavírus. Uma delas teve início na manhã desta quarta-feira (25): o trabalho de desinfecção com cloro em ruas e avenidas da cidade, assim como nos pontos de vacinação da Gripe Influenza.

De acordo com a secretária municipal de Serviços Urbanos (Semsu), Marizete de Oliveira Silva, as duas empresas que prestam serviço de limpeza pública estão realizando o serviço e borrifando cloro diluído em água a 1% em diversos locais.

"As equipes estão usando os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), bombas borrifadoras, além dos carros de apoio com reservatório. O cloro diluído na água é uma recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O trabalho teve início hoje e não tem data para terminar", finalizou.

A prefeitura também tem orientado pessoas em situação de rua sobre a prevenção ao Coronavírus e suspendeu os serviços de cata móveis e coleta seletiva, para proteger o trabalhador, e também o atendimento presencial na sede do Executivo municipal por 15 dias, entre outras medidas.

Com informações do repórter Paulo Rogério, da TV Vitória/Record TV