• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

'Controle de privacidade do Facebook é suficiente', afirmou auditoria em 2017

  • COMPARTILHE
Geral

'Controle de privacidade do Facebook é suficiente', afirmou auditoria em 2017

A Federal Trade Comission (FTC), órgão que regula o comércio e as empresas nos EUA, divulgou nesta segunda-feira, 23, uma auditoria feita pela consultoria PricewaterhouseCoopers (PwC) em relação aos controles de privacidade usados pelo Facebook para garantir a segurança dos dados pessoais de seus 2,13 bilhões de usuários. De acordo com a consultoria, que analisou o período entre fevereiro de 2015 e fevereiro de 2017, tudo estava funcionando em perfeita ordem.

"Em nossa opinião, os controles de privacidade do Facebook estavam operando com efetividade suficiente para prover segurança e proteger a privacidade das informações", afirmou a consultoria, na conclusão do documento.

A PwC foi a consultoria contratada para auditar o Facebook sobre se a companhia estava respeitando o compromisso firmado com o órgão em 2011, com relação à proteção de privacidade dos usuários. Na ocasião, o Facebook concordou em estabelecer controles de privacidade para garantir a segurança dos dados dos usuários e também em sofrer auditorias externas para verificar se tais controles estavam sendo efetivos. O acordo foi firmado após o presidente executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, assumir que a rede social havia cometido vários erros com relação à privacidade.

O relatório foi divulgado à pedido do grupo de defesa de privacidade Electronic Privacy Information Center (EPIC), que solicitou o acesso ao relatório à FTC. Contudo, o grupo recebeu apenas uma versão condensada do documento.

De acordo com o diretor executivo da EPIC, Marc Rotemberg, a auditoria foi feita de forma errada. "Alguma coisa está claramente fora dos trilhos", disse ele ao site The Register. "Em 2017, de acordo com a PwC, o Facebook estava fazendo um ótimo trabalho com relação à privacidade. Mas isso foi dois anos depois de quando a Cambridge Analytica começou a coletar informações de usuários do Facebook", afirmou.

A EPIC entrou com um processo no dia 16 para obter a versão completa da auditoria, o que pode ajudar a entender mais sobre os controles adotados pelo Facebook para proteger a privacidade dos usuários.

Caso o Facebook tenha quebrado o compromisso estabelecido com a FTC, a empresa pode sofrer multas de US$ 41,484 por violação por usuário por dia. O valor pode se transformar em bilhões, caso seja aplicado aos mais de 200 milhões de usuários da rede social e dependendo do período de tempo.