• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Maioria das residências é liderada por mulheres em Vitória

  • COMPARTILHE
Geral

Maioria das residências é liderada por mulheres em Vitória

Elas também são a maioria na população do Espírito Santo e comandam grande parte dos lares capixabas

É a vez das mulheres e elas estão, literalmente, no comando. Em Vitória, capital do Espírito Santo, 51% das residências estão sob a responsabilidade delas. O número é maior do que a média nacional, que representa 56,3%. Em todo o Estado, o número é ainda maior: são 59,8% das casas geridas por elas.

Os números fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad Contínua), divulgados nesta quinta-feira (27) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com base no ano de 2017.

Entre os dados da pesquisa, estão os da população capixaba, que cresceu 5,9% em cinco anos, passando de 3,788 em 2012 para 4,012 milhões de pessoas em 2017. Os homens representavam 49,0% da população e as mulheres, 51,0%.

Já o grupo das pessoas de 60 anos ou mais de idade no estado, em 2012,  representava 12,5% da população do Estado, passando a 14,0% em 2017. Em números absolutos, havia 473 mil pessoas de 60 anos ou mais de idade no estado naquele ano, aumentando para 561 mil pessoas na pesquisa mais recente. O resultado mostra que há 88 mil idosos a mais no Espírito Santo, correspondendo a um crescimento de 18,6% em cinco anos.

A população que se autodeclara preta também aumentou no Espírito Santo. O crescimento foi de 31,9% entre 2012 e 2017. Em contrapartida, a população declarada branca teve uma redução de 1,5% no mesmo período.

A pesquisa também revelou dados característicos das casas dos brasileiros. No Espírito Santo, do total de 1,382 milhão de domicílios em 2017, cerca de 242 mil eram alugados. O que corresponde a  17,5%. Somente na Região Metropolitana da Grande Vitória, este número passa para 19,9%.

Outro dado que chama a atenção na pesquisa é a quantidade de telefones celulares presentes no Espírito Santo. A pesquisa verificou que, em 95,4% dos domicílios, pelo menos um morador possuía o aparelho, em 2017, enquanto o telefone fixo convencional era encontrado em apenas 26,6%.

A máquina de lavar estava presente, em média, em 63,8% dos domicílios do país. No Espírito Santo, esse item estava presente em 65,5% dos domicílios, enquanto na Grande Vitória esse valor foi de 74,4% e em Vitória chegou a 83,5%.

Em 2017, 97,3% das residências capixabas possuíam televisão. Em 63,1% do total de domicílios do estado, havia apenas TV de tela fina; em 25,1%, apenas TV de tubo; e em 9,2%, TV de tela fina e de tubo.

Quando o assunto é transporte próprio, 48,6% dos domicílios do Espírito Santo possuíam carro; 23,5%, motocicleta e 12,9% dos domicílios possuíam ambos. Na Grande Vitória, 49,0% dos domicílios possuíam veículos e 12,7% possuíam motocicleta. Na capital, o carro estava presente em 59,0% das casas.