• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Vitória registra 138 milímetros de chuva nas últimas 12 horas

  • COMPARTILHE
Geral

Vitória registra 138 milímetros de chuva nas últimas 12 horas

Equipes da Prefeitura de Vitória estão fazendo o monitoramento das áreas de encosta e das estações de bombeamento

Pluviômetros registraram um volume de 60 milímetros de chuva nas últimas 12 horas | Foto: Diego Alves/ Prefeitura de Vitória

A Defesa Civil de Vitória alertou para o risco de ocorrências de deslizamentos e rolamentos de blocos nas áreas de risco da cidade. Os pluviômetros registraram um volume de 138 milímetros de chuva nas últimas 12 horas e 140mm nas últimas 24 horas, ultrapassando o que era previsto para todo o mês: 105mm.

>> Acompanhe em tempo real as últimas informações da chuva no ES

Equipes da Prefeitura de Vitória estão de prontidão e sobreaviso para o atendimento de possíveis ocorrências e também para evitar transtornos causados pelas chuvas. 

"Devido ao volume de chuva, a cidade já começa a entrar em regime de emergência. Ainda não tivemos ocorrências, mas é preciso ficar atento pois há risco de deslizamentos e rolamentos de blocos em morros da capital", disse o coordenador da Defesa Civil de Vitória, Jonathan Jantorno.

A Defesa Civil está em alerta para atender a qualquer demanda da população. O munícipe pode acionar o plantão através do telefone (27) 98818-4432.

Estações de bombeamento

Apesar do grande volume de chuva registrado nestas últimas 12 horas (135mm), as redes de drenagem no município e as estações de bombeamento estão funcionando normalmente. Foram registrados pontos de alagamento porque choveu mais que o previsto para todo o mês (105mm) e também por conta da maré alta nesse período.

As estações de bombeamento de Vitória funcionam 24 horas por dia e são acionadas automaticamente para escoar a água para o mar. São elas: Estação Doutor Antônio Ferreira da Silva Pinto, em Santa Luiza; Estação Praia do Canto; e Estação Bento Ferreira/Santa Lúcia.

A Central de Serviços atua diariamente para minimizar os efeitos das chuvas. A varrição das vias e o trabalho de manutenção e desobstrução das redes de drenagem não impedem que, durante fortes pancadas de chuvas, pontos de alagamento apareçam. Para resolver o problema, as equipes ficam de prontidão.

As equipes vão até os pontos de alagamento na tentativa de identificar o problema pontual e resolvê-lo de imediato. Muito lixo tem sido encontrado obstruindo as caixas-ralo, que recebem as águas das chuvas.

Trabalhos

"Por conta dessa forte chuva, as equipes estão intensificando os trabalhos em diversas vias para minimizar os impactos do temporal", disse o secretário da Central de Serviços, Leonardo Amorim.

"Ainda não tivemos ocorrências graves, mas é preciso ficar atento pois há risco de deslizamentos e rolamentos de blocos em morros da capital", disse o coordenador da Defesa Civil de Vitória, Jonathan Jantorno.