• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após chamada de vídeo, jovem desaparece misteriosamente

  • COMPARTILHE
Geral

Após chamada de vídeo, jovem desaparece misteriosamente

Qualquer informação sobre o desaparecimento de Andriele Gonçalves da Silva podem ser repassadas à polícia pelo telefone (41) 3605-6550

Andriele Gonçalves da Silva

Uma estudante de direito, identificada como Andriele Gonçalves da Silva, de 22 anos, está desaparecida desde a madrugada da última quarta-feira (9). De acordo com informações do portal RIC Mais, a jovem estava sozinha em casa, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, e conversava com um amigo por uma chamada de vídeo quando ouviu barulhos na porta, fez uma cara de pânico e a chamada caiu. Depois disso, ela não foi mais vista.

A família da estudante contou que duas horas após o fato, o mesmo amigo recebeu uma mensagem de Andriele pelo WhatsApp com os seguintes dizeres: "Nada não LM. Aff. Ele veio aqui, mas já foi embora. Não quero mais isso. Já foi longe demais. Não consigo parar de chorar. Não dá João. Não dá. Não quero que me mande mais nada, meu Deus." Os familiares de Andriele suspeitam que essa mensagem não tenha sido escrita por ela.

Logo após o desaparecimento, a mãe da jovem, que vive em Morretes, no litoral do Paraná, fez contato com o marido de Andriele. O homem teria afirmado que ela falou que iria embora para São Paulo, pegou uma mochila preta com algumas roupas e saiu.

A estudante é casada com um policial militar e passava por um processo de divórcio. Ela fazia faculdade à noite e trabalhava como vendedora durante o dia.

O delegado Reinaldo Zequinão, da Delegacia da Polícia Civil do Alto Maracanã, responsável pelo caso, confirmou que um Inquérito Policial já foi instaurado e as investigações estão em andamento. No entanto, detalhes não serão fornecidos para não atrapalhar a investigação.

Qualquer informação sobre o desaparecimento de Andriele podem ser repassadas à polícia pelo telefone (41) 3605-6550.