• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

'Atividades dos serviços essenciais estão garantidas’, afirma Governo do ES

Paralisação dos caminhoneiros

  • COMPARTILHE
Geral

'Atividades dos serviços essenciais estão garantidas’, afirma Governo do ES

'Se necessário, utilizaremos todos os meios para que a sociedade não seja prejudicada', afirmou o secretário de Segurança Pública do ES

Apesar da falta de abastecimento em diversos setores, ocorrido em decorrência da paralisação dos caminhoneiros, o governo do Espírito Santo afirmou que os serviços essenciais estão garantidos para toda a população capixaba e que uma força tarefa foi realizada para garantir o abastecimento.

Segundo o secretário de Estado da Segurança Pública, Nylton Rodrigues, nestes serviços estão inclusos a atuação das polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, Sistema Penitenciário, Saúde, energia, água, transporte público, entre outros. “Temos postos à disposição dos serviços essenciais para a população. Para manter funcionamento e ter os serviços garantidos”, afirmou.

Veja o vídeo da coletiva:

O secretário também afirmou que há um plano de ação para garantir o abastecimento dos produtos em todo o Estado. “Se necessário, utilizaremos Polícia Militar, Polícia Civil e Bombeiros para intervir em todo o Espírito Santo e fazer valer o interesse público. Vamos dialogar, expressar e, se necessário for, utilizaremos todos os meios para que a sociedade não seja prejudicada”, disse.

O governador Paulo Hartung reforçou a força tarefa criada pelo Estado para acompanhar o movimento desde o início e fez um apelo para que os manifestantes não prejudiquem a população. “Nenhum movimento social pode ir na direção de prejudicar o conjunto da população. Não faz sentido reter carga viva nas estradas. São animais transportados. Reter produtos químicos para tratamento de água, reter remédios não faz sentido”, disse.

Hartung também alertou quanto aos empresários que, como já registrado, estão aumentando abusivamente o valor dos produtos e destacou a atuação do Procon nestes casos. “Faço uma observação em relação aos empresários que têm comportamento errado no processo que estamos vivendo, explorando o sofrimento da população. Estamos agindo com o Procon Estadual e dos municípios, mas quem tinha que agir é a consciência coletiva”, afirmou.

O secretário de Segurança Pública também afirmou que há legitimidade na manifestação e voltou a reforçar que a população não deve ser prejudicada. “É uma manifestação que concordamos, com relação à redução da carga tributária no diesel. Mas ela deixa de ser legítima quando os produtos humanitários são afetados”, disse.

Nesta quinta-feira (24), após o quarto dia consecutivo de paralisação de caminhoneiros e bloqueios nas rodovias do Espírito Santo, o governador Paulo Hartung afirmou que os serviços do Estado funcionam dentro da normalidade.

Nesta sexta-feira (25), o secretário de Estado da Fazenda, Bruno Funchal esteve em Brasília com o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, e com outros secretários estaduais da Fazenda. Para o encontro, Funchal seguiu com uma procuração assinada por Hartung para defender essa posição do governo do Espírito Santo, que é a de que precisa diminuir a carga tributária em cima do diesel.