• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Caminhoneiro que se recusar a transportar bens essenciais pode ser multado em R$ 20 mil no ES

Paralisação dos caminhoneiros

  • COMPARTILHE
Geral

Caminhoneiro que se recusar a transportar bens essenciais pode ser multado em R$ 20 mil no ES

Segundo o Procurador-Geral do Estado, a medida visa garantir o trânsito livre das mercadorias

Thaiz Blunck

Redação Folha Vitória

Os caminhoneiros que estiverem fazendo o transporte de bens essenciais e se recusarem a passar pelos pontos de bloqueio podem ser multados em R$ 20 mil. A medida vale também para os manifestantes que tentarem impedir a passagem de quem estiver com esse tipo de carga. 

A declaração foi feita pelo secretário de Segurança Pública do Espírito Santo, Nylton Rodrigues, durante coletiva realizada na manhã deste sábado (26), no Palácio Anchieta.

"Nós estamos identificando o caminhão, o dono do caminhão que está transportando serviços essenciais, estamos fazendo todo o relatório com as pessoas que se recusam a transitar com aquela carga de bem essencial, para aplicar  a multa e para que ele também responda a um processo criminal", explicou Nilton.

O procurador-geral do Estado, Alexandre Nogueira Alves, explicou que a medida visa garantir o trânsito livre das mercadorias consideradas como bens essenciais à população.

"Na noite de ontem nós ingressamos com uma ação civil pública que busca garantir a continuidade dos serviços públicos essenciais à população capixaba. Foi definida uma liminar que garante o livre trânsito de todas as mercadorias e bens essenciais. Nesse sentido, a juíza deferiu para que os manifestantes não impedissem que combustível, alimentos, insumos hospitalares, animais vivos não sejam retidos e fixou uma multa aos manifestantes caso essa medida fosse descumprida. Entendemos que essa medida vem dar suporte à toda atuação do governo", destacou Nogueira.