• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Empresário relança Condomínio Espelho D’Água em Domingos Martins

  • COMPARTILHE
Geral

Empresário relança Condomínio Espelho D’Água em Domingos Martins

Uma série de eventos vai movimentar a temporada de Inverno do Espelho D’Água que marca o relançamento do empreendimento que tem 61 quintas já comercializadas

O empresário Cláudio Chieppe Kroeff programou para relançar o Condomínio Espelho D’Água com uma Temporada de Inverno composta por oito eventos a serem realizados de maio a setembro com o objetivo de valorizar a cultura e a economia da Região Serrana. Cada evento será temático, indo desde desfile de moda até degustação de vinhos, além de vários eventos ligados ao esporte.

Nomes famosos estarão presentes para apresentar cada tema e ainda comandar bate-papos com o público presente. Dentre os confirmados, estão: o tenista brasileiro campeão de Grand Slam Thomaz Koch; o especialista em vinho e colunista Jorge Lucki; o renomado paisagista Lula Câncio; a dupla campeã olímpica de vôlei Alison e Bruno Schmidt e a modelo e apresentadora Adriane Galisteu.

O Condomínio Espelho D’água, a 7 km de Campinho, tem a frente o empresário Claudio Chieppe Kroeff desde 2011, trazendo o conceito de vizinhança, típico das cidades do interior. Sua área de 500 mil m², oferece a perfeita integração com a natureza sem deixar de lado conforto e tecnologia. “O Espelho D’água influencia não somente a ampliação demográfica de Campinho, mas promete ser mais uma força no desenvolvimento da região, atraindo olhares, ampliando negócios e fortalecendo a economia local”, explica Cláudio.

Sobre o Espelho D’Água

O Condomínio possui rede elétrica 100% subterrânea, além dos 60 mil metros quadrados de área de lazer, incluindo campo de golfe, quadra de tênis, piscina aquecida semiolímpica, cinema e trilhas ecológicas. O projeto incluiu ainda todo trabalho de vegetação com mais de 20 mil árvores de 76 espécies nativas de Mata Atlântica. O projeto iniciado em 2005 e relançado este ano, tem 22 casas e três delas são utilizadas como primeira moradia pelos seus proprietários.