• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Esgoto é lançado no mar sem tratamento em Jacaraípe

  • COMPARTILHE
Geral

Esgoto é lançado no mar sem tratamento em Jacaraípe

Moradores disseram que a situação começou a piorar há seis anos, quando houve obra no píer.

O mar de Jacaraípe, na Serra, está virando um mar de esgoto. Milhares de litros estão sendo jogados no local sem qualquer tratamento. Quem frequenta a praia diz até que já passou mal depois de ter contato com a água. Imagens feitas pelo drone de um morador mostraram uma mancha preta poluindo as águas.

Os moradores disseram que não está com mau cheiro porque o rio está cheio. “Às vezes você chega aqui na porta e já sente o cheiro ruim. Quando a maré está cheia nem tanto, mas quando está baixa a galera até evita entrar”, contou o empresário André Coquinho.

Duas amigas que costumam surfar no local contaram que no mês passado uma delas pegou gastroenterite, uma infecção no intestino, e acredita que foi por causa da água contaminada. “Nesse dia eu engoli muita água, no sábado. No domingo eu já comecei a vomitar muito e acabei sendo diagnosticada com gastroenterite. Passei mal dez dias”, contou a empresária Roberta Baeta.

A outra amiga disse que há anos sabe que o esgoto é lançado sem tratamento, mas que a situação piorou nos últimos meses. “É muito comum a gente estar no grupo comentando como foi o surf do dia e alguém comentar que estava fedorento, que a aparência da água não estava legal, pessoas que tiveram micose, que passaram mal”, disse a consultora técnica Juliana Redighieri.

Os moradores disseram que a situação começou a piorar há seis anos, quando houve obra no pier e ele ficou em curva. Isso faz com que a água de esgoto atinja só o lado norte da praia de Jacaraípe. “Antes o píer era quase reto, então os dejetos iam direto para alto-mar”, contou André Coquinho.

Um técnico ambiental mostrou a origem do problema. São os córregos que percorrem os bairros da região. Eles recebem esgoto das casas e jogam tudo no rio jacaraípe a prova de que estão poluídos por esgoto é uma vegetação sobre a água. “Os córregos recebem esgoto, contaminam as lagoas, automaticamente contaminam o Rio Jacaraípe que deságua na praia”, explicou Claudinei Rocha.

Rocha disse ainda que uma obra feita pela Prefeitura da Serra para aumentar o volume de água do rio jacaraípe, em 2014, piorou a situação. “Com a drenagem do Rio Jacaraípe eles tiraram grande parte de mangue, e o mangue não deixa de ser um filtro natural. Com essa drenagem aumentou a vazão de água contaminada”, detalhou.

Já a Prefeitura da Serra nega que essa obra tenha agredido o manguezal. “Essa informação não procede porque não foi mexido nessa questão do manguezal. Isso foi estudado para atingir o mínimo possível essa área de manguezal, que a gente sabe que é uma área que não deve ser mexida”, disse o coordenador de Plano de Saneamento da Serra, Samuel Dias.

Perguntado sobre o esgoto lançado sem tratamento no mar, o coordenador disse que o problema é com a Cesan. “Cabe a prefeitura fiscalizar essas ações da Cesan e a Cesan terá que nos dar as respostas. O departamento já está fazendo a notificação a ela para que a gente tenha uma informação mais precisa sobre o que está acontecendo aqui na região”, informou Dias.

A Cesan informou que 58 % dos imóveis na região da bacia do Rio Jacaraípe, na Serra, já se interligaram à rede de esgoto. A companhia reforçou que é importante que os donos dos imóveis que ainda não fizeram a ligação providenciem a obra para reduzir o lançamento de esgoto em rios e lagos. Aqueles que moram onde a rede da Cesan ainda não está disponível devem ter fossas-filtro nas residências.

Vídeo: